Sábado, 31 de Maio de 2008

O MEU JOÃO

 

Volto ao meu neto.

 

Faz amanhã oito dias que o João fracturou o fémur da perna direita e desde essa noite, está no hospital, imobilizado com a perna esticada a fim de reduzir a lesão.

Segundo as últimas informações, só na próxima terça ou quarta-feira, será engessado e poderá regressar a casa, onde prosseguirá a recuperação.

Dói-me o coração, pensá-lo, numa cama de hospital, imobilizado com as duas perninhas sujeitas à imobilização, a fim de não fazer luxação na anca e já prevejo o tormento que irá passar, nas próximas, três ou quatro semanas, engessado desde a anca até ao pé, na perna direita e até ao joelho, na perna esquerda, até ao joelho.

Resta a esperança de que fique sem sequelas, já que o sofrimento, ninguém lho pode tirar.


publicado por felismundo às 10:50
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Isabel Faria a 31 de Maio de 2008 às 23:52
Zé, um pouco mais velho que o teu João, o meu João fez um descolamento da retina e teve que ser operado. Não ficou no hospital, não teve que ficar imotilizado (apenas teve que ficar em casa meia dúzia de dias, porque não podia fazer movimentos bruscos, antes da operação e mais três após a opração...e sentime-me tão impotentes. Queria ser eu a estar lá, queria nunca o deixar sozinho, queria poder roubar-lhes as dores.È assim. Eles são, primeiro os filhos, depois os netos, a maior razão para dar cor às nossas vidas

Vai correr tudo bem, amigo. Eles são muito mais fortes do que nós pensamos. E vais ter o teu João a correr, a jogar à bola... é só uma questão de tempo. E lhes conseguirmos ensinar a ser um bocadinho pacientes...coisa difícil nessas idades, eu sei!

Um beijinho e as melhoras do netinho.


De felismundo a 1 de Junho de 2008 às 20:26
Isabel, deixa-me manifestar o meu contentamento de te ver por aqui.
Obrigado pelas tuas palavras e por fazeres o paralelismo, que fizeste com o teu João Pedro, quando fez o descolamento da retina.
Na verdade , aqui no caso do meu João, o mais difícil é arranjar estratégias para ficar quieto, dada a sua pouca idade, acrescido do facto de ficar, tão imobilizado. Por outro lado, a enorme preocupação com a irmã que aí vem e que deve nascer, esperamos, após a retirada do gesso. De qualquer forma é sempre tudo muito em cima uma coisa da outra, pelo que a atenção terá que ser dispersa por vários ângulos e tendo em conta a mais velhinha, com seis anos.
Vale, vamos conseguir, dar a volta ao assunto, ainda por cima com amigos assim, não tenho dúvidas.


De emiele a 1 de Junho de 2008 às 11:20
Já posso voltar a passar por cá, e dar o meu possível apoio. Faz muita impressão sabê-lo tão pequenino, (ainda há poucos posts atrás festejaste aqui os seus dois anos...) e sobretudo o ter de estar quieto deve ser muito difícil. Eu penso que as dores devem estar controladas, os médicos têm cuidado com isso, e hoje as enfermarias pediátricas estão cheias de brinquedos e distracções. Mas entende-se que o vosso coração esteja apertado.
Esta semana já se sabe o que é o passo seguinte, não é? E depois é a contagem decrescente até estar outra vez como novo.
Um abraço.


De felismundo a 1 de Junho de 2008 às 21:05
Bons ventos, te trouxeram. É muito bom sinal!
Emiéle, gostei do teu optimismo e vindo de quem, como tu, teve o problema que tiveste, ainda nos incentiva mais.
Quanto às dores, elas foram bastante significativas nos dois primeiros dias, agora acoisa tomou outro rumo e o problema é mesmo o de arranjar meios para a distracção. Por outro lado, se nada há a apontar aos cuidados, dos médicos e enfermeiros, o mesmo se não pode dizer da outra logistica, relativamente ao acompanhamento, pelos pais, de uma criança com aquela idade. Ele acorda cedo, pelas sei e meia, sete horas, está acordade, é assim em casa, pois o pequeno almoço, que terá que ser um leite sem lactose, pois é alérgico, os pais não o podem levar porque não há frigorífico para o guardar e quando o servem, é por volta das dez horas, inconcebível. Mas pior ainda é o facto de a semana passada terem levado chá, para uma criança de dois anos. Há mesmo muito pouco ou nenhum cuidado, pelo menos no S. João, do Porto.
Deve ser engessado, terça ou quarta_feira e deverá seguir para casa, onde se irão, certamente, amenizar, estas coisas.
As tuas melhoras, sempre sem esquecer que o muito rápido pode ser inimigo...
Um abraço.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds