Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

VAMOS FALAR DO ALQUEVA

 

Chamam-lhe, O GRANDE LAGO!

Na verdade, é. É mesmo um deslumbramento e vale a pena vê-lo em toda a sua extensão, de  cerca de trinta quilómetros, par além dos imensos braços que cobrem terras, antes incultas.

Foi neste imenso lago que estive, uma semana, tentando compreender as mudanças efectuadas e as que se avizinham.

Quanto às primeiras, de referir o desenvolvimento turístico. Uma imensidão de turísmos rurais, proliferam por lá. Uns com qualidade, outros nem tanto. A nós, calhou-nos um monte alentejano. Toscamente mobilado, este emprendimento,

 

gerido por uma subdita inglesa, foi em princípio agradável, até ao momento em que começou a faltar a água, para as mais variadas necessidades. Depois as crianças, sempre a necessitar de cuidados higiénicos, e a falta de comunicação da proprietária, aliada a uma displicência, enorme, em resolver a situação. trouxe um mau estar que culminou com o abandono permaturo das instalações.

 

Chama-se, MONTE BRANCO,  e não o aconselho a ninguém.

Pena que, instituições como a ASAE, não visitem com assiduidade, estes vendilhões de sonhos que, na nossa terra, abusam do facto de serem, como estrangeiros, tratados com toda a parcimónia.

tags:

publicado por felismundo às 13:12
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Emiéle a 9 de Setembro de 2008 às 22:00
Já tinhas falado num «Monte Branco» e ainda perguntei se era uma aldeia ou um monte. Imaginei que «branco» pela cal.
A ideia é muito interessante, que pena terem calhado com uma senhoria menos competente...
Mas deve ter sido muito agradável, esse espelho de água em pleno Alentejo.


De felismundo a 10 de Setembro de 2008 às 13:19
Quanto ao ser agradável, não há qualquer dúvida, é mesmo um sonho.
O problema está na gestão e eu, só digo que, se fosse um cidadão nacional a ter aquele comportamento para com um subdito inglês, não havia que faltar.
O que mais nos desgustou e indignou foi, não nos terem sido dadas quaisquer explicações nem sequer um pedido de desculpas, antes o refúgio no velho tabú de que, no Alentejo, é tudo muito lento.
Apesar de tudo, continuamos a ser invadidos por esta gente, que nos suga a paciência.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds