Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

Mais uma vez, aqui chego, praticamente à hora do jantar, mas, com o frio que está, uma sopinha destas, só pode saber a pouco.


SOPA DE BELDROEGAS COM QUEIJO

INGREDIENTES:

- 2 molhos de beldroegas

- 2 cebolas

- 500gr. de batatas

- 1,5dl. de azeite

- 1 cabeça de alhos

- 500gr. de pão caseiro ou de 2ª

- 4 ovos

- 2 queijos de ovelha

PREPARAÇÃO:

Preparam-se as beldroegas, aproveitando apenas as folhas, os molhos deverão, portanto, ser grandes.

Cortam-se as cebolas às rodelas e alouram-se no azeite.

Juntam-se as folhas de beldroegas lavadas e deixam-se refogar muito bem, mexendo com uma colher de pau.

Rega-se com cerca de dois litros de água e deixa-se levantar fervura, depois, junta-se a cabeça de alhos, (sem lhes retirar a pele roxa), as batatas cortadas às rodelas grossas e o queijo de ovelha, cortado aos quartos, deixando cozer. Por fim, rectifica-se de sal.

Na altura de servir, introduz-se no caldo os ovos um a um e deixam-se escalfar.

Serve-se cobrindo o pão, cortado em fatias e colocados nos pratos, com a sopa assim obtida.

 

Bom Proveito!!!

 

NOTA:  Esta receita, é uma homenagem, singela, à minha MÃE, que faria hoje 92 anos.

publicado por felismundo às 17:43
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De inframodal a 29 de Janeiro de 2009 às 21:53
Esta sopa não me lembro de a ter comido.
Quanto à outra referência, todas as palavras são poucas para dizer o quanto eu gostava/gosto desta senhora: Com muito amor para a Maria Narcisa Pimentão Ruivo Palmeiro!


De felismundo a 30 de Janeiro de 2009 às 13:32
Comecemos pelo fim.
Meu querido filho, sei quanto gostavas/gostas, da tua AVÓ!
Só te fica bem, podes crer, manifestá-lo, numa época em que esses valores escasseiam e em que não se tem amor por nada nem por ninguém.
Bem, a sopa é bem possível que nunca a tenhas comido. O teu nascimento em terras longínquas de África, o regresso à "Velha Europa", (boa Fausto!), a alteração dos costumes, lembro-me de vos colocar beldroegas selvagens, nas saladas, mas sopa, deves ter alguma razão. Alguma ocasião há-de acontecer!!!


De saltapocinhas a 29 de Janeiro de 2009 às 23:20
olha, olha, culinária!!
Quando fizeres uma sobremesa, avisa, ok???
é que eu sou mais doces...


De felismundo a 30 de Janeiro de 2009 às 13:36
Olha a "raposinha"!
Então que tal? Tudo bem?
Sei-te gulosa e, quando passar aos doçes, darei um aviso.
Para já um beijinho e um conselho: Não saiam da "toca", o frio é muito, até aqui, que é bastante ameno, desde ontem que o frio se instalou e até tivemos uma chuvada de granizo.


De Emiéle a 31 de Janeiro de 2009 às 09:17
Venho muito de corrida que aos fins de semana não tenho net própria, e nem sei como me escapou esta receita. Tenho até uma ideia de quando começaste a falar em culinária ter feito uma referência a esta sopa (mas pode ter sido só em conversa com a AB...)
É das coisas de que me recordo melhor, mas aqui por Lisboa onde encontrar as beldroegas??? A AB conhece um restaurante de uns alentejanos que a tem.
Tenho mesmo saudades...


De felismundo a 2 de Fevereiro de 2009 às 11:47
Na verdade, em Lisboa, não deve ser fácil de encontrar isto apesar de já haver, beldroegas de cultivo. Mas o sabor das selvagens é diferente, é como os espargos.
Já, em tempos, aqui descobri que aparecem e de boa qualidade, se tornar a encontrar, lá mais para a frente, para a Primavera, fotografo-as, colho-as, cozinho-as e como-as e depois, "Conto como foi!"


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds