Quinta-feira, 18 de Agosto de 2005

Ainda a Sesta

Não tenham dúvidas, a sesta é o melhor que existe para o equilíbrio que necessitamos para aguentar os males de que sofremos.
Hoje passei a manhã em repartições públicas e se não fosse a sesta, de que acabei de acordar, não sei se aguentaria o resto do dia.
Não, não tem nada a ver com os Trabalhadores, esses são tão vítimas quanto nós.
Nem tão pouco com os computadores, às carradas deles, não. O mal está na "BURROCRACIA" de quem nos dirige. Mas atenção, está a chegar mais um momento em que podemos dizer coisas, e o melhor , a meu ver, é ignorá-los, votar em branco, dar assim um cartão, não amarelo, mas vermelho a esses carreiristas que teimam em nos desgovernar.
Para terminar, um poema de David Mourão-Ferreira:

LEGENDA

Nada garante que tu existas
Não acredito que tu existas

Só necessito que tu existas

publicado por felismundo às 16:07
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Agosto de 2005

Ainda o silêncio

Continua o silêncio relativamente ao vencedor do Prémio José Afonso deste ano, ganho por José Medeiros, também conhecido por Zeca Medeiros ou simplesmente "Zeca".
TORNA - VIAGEM é o título do albúm que lhe trouxe a merecida vitória, e que fora do ciclo dos amigos pouca divulgação tem, mas eu aconselho a uma audição, atenta e veneranda e que sirva de aperitivo para o conhecimento de uma obra multifacetada e sempre cheia de merecimento.
E tal como o Zeca aqui estou eu a lembrar outro grande nome das letras açoreanas, Emanuel Félix.

TRISTES NAVIOS QUE PASSAM

Tristes navios que passam
na hora da nossa vida
na hora da nossa morte

escuros vasos de guerra
cargueiros tanques paquetes
brancos navios de vela

levam óleo levam ódio
luxo lixo das cidades
levam gente gente gente

deixam ficar nostalgia

tristes navios que passam
na hora da nossa morte
na hora da nossa vida

publicado por felismundo às 16:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 7 de Agosto de 2005

Coisas das férias!

Tenho-me dado bem com as férias.
Durmo a sesta todos os dias, o que é um regalo.
Não me digam que ainda não experimentaram?
Agora, vou para a praia, até outro dia, depois falamos.

publicado por felismundo às 17:12
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds