Segunda-feira, 31 de Outubro de 2005

Presidenciais

Há já algum tempo que não durmo a sesta, e isso tem-se reflectido na forma azeda como tenho encarado a realidade do meu País.
É escândalo atrás de escândalo, informação e contra-informação, será que perdemos a dignidade?
Novembro aproxima-se, com ele as presidenciais vão dando à costa. O cavaco, apreciado marisco dos Açores, já começou a saltitar. Do lado dos Soares é sempre a mesma coisa, parece em 1969 com a CEUD na luta com a CDE, já passou de moda.
O "Canto e as Armas" começa a fazer sentido. Quanto ao resto, é lutar até vencer. ALEGREMO-NOS pois e votemos por NÓS, por PORTUGAL e pelo 25 DE ABRIL.
Ter LIBERDADE É SER "ALEGRE"

publicado por felismundo às 19:50
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Outubro de 2005

Sesta?, qual sesta?

Ontem não dormi a sesta.
Rumei a Mérida, mergulhei no passado comum e fui-me preparando, eu e a minha mais que tudo para, à noite, irmos "ouver", isto é ouvir e ver um extraordinário espectáculo de Música Popular Portuguesa com a Brigada Victor Jara que levou como convidado o açoriano José Medeiros, mais conhecido, no meio, por Zeca Medeiros, o mesmo que recentemente venceu o Prémio José Afonso.
Um concerto promovido pelo Gabinete de Relações Transfronteiriças e integrado num vasto programa cultural conhecido por "Ágora", que se vem desenrolando desde o dia 17 de Outubro e que se estenderá até ao dia 30 e que engloba inúmeras actividades.
Fui um priveligiado por ter, disso, conhecimento, visto o evento ter, em Portugal, uma deficiente divulgação, ou será que as coisas da Cultura servem para dividir e não para unir?.
Portugueses,para além dos membros do grupo e seus operacionais, na plateia de um novo, funcional e eficiente Pavilhão dos Congressos, sim, em Mérida, estávamos dois casais. Dirão, nostalgicos da Revolução de Abril, sim também, mas acima de tudo defensores de que é por meio da Cultura que se estabelecem os mais duradouros e eficazes laços de boa vizinhança, amizade e cooperação desinteressada.
Quanto ao concerto, está tudo dito, fomos os maiores, a empatia com o público foi total e completa.
Como português senti-me honrado com tamanha manifestação de carinho e divulgação da MÚSICA QUE NÃO PASSA EM PORTUGAL.
Hoje, vou mesmo dormir a Sesta.

publicado por felismundo às 13:35
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Outubro de 2005

É hoje!

Finalmente o tabú caiu.
O homendo Poço, melhor, da Fonte de Boliqueime, nos 42 anos do seu matrimónio, apresenta ao País a sua candidatura a P.R..
Que surpresa!. Que novidade!. Que grande tristeza!.
Coisas do nosso país, sim este país pequenino.
Já agora uma coisa que não se noticia:
- A Brigada Victor Jara e o Zeca Medeiros vão estar amanhã em Mérida, primeira capital da LUZITÂNIA, no Palácio dos Congressos às 21h00(de Espanha), onde darão um concerto no âmbito das relações transfronteiriças. Assim se constrói uma unidade europeia verdadeira.
Um convite aos que possam: Vão, Vejam e Ouçam.

publicado por felismundo às 20:03
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Outubro de 2005

José Medeiros, em Mérida

O vencedor do Prémio José Afonso - 2005, José Medeiros, estará em Mérida na próxima sexta-feira, dia 21 de Outubro, no Auditorium Alcazaba, pelas 21h00 (de Espanha), na companhia da Brigada Victor Jara, outro nome de referência na Musica Popular portuguesa.
É bom ver como os Nuestros Hermanos acarinham os autores portugueses, ao invés do que se passa por cá.

publicado por felismundo às 12:53
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Outubro de 2005

A chuva!

- Não te esqueças de levar o guarda-chuva, olha que o tempo não está para brincadeiras.
Era assim que começava, invariavelmente, a conversa da Mãe, em dias de chuva.
Hoje tudo é diferente: primeiro, chove pouco; segundo, já não chove como antigamente.
Antigamente até "chovia em Santiago", hoje já não chove, mas "Neva", de tal forma que, depois de ouvir a apresentação do orçamento, até fiquei enregelado.
Passemos portanto às quentes, no próximo dia 21, às 21h00 (de Espanha) iremos ter o prazer de estar, confraternizar e ouvir, no Auditorium Alcazaba, em MÉRIDA a Brigada Victor Jara e José Medeiros.
Uma oportunidade única de fruir a boa Música Portuguesa, uma vez que se trata de artistas que fazem parte da Lista Negra da NÃO divulgação da Música Portuguesa.
Vamos então e passemos um serão bem passado, longe dos sócrates que nos tramam a vidinha.

publicado por felismundo às 18:32
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Outubro de 2005

Eleições

Tudo resolvido.
Os Bons ganharam e os Maus foram para casa esperar quatro anos para, de novo, poderem entrar na Fita.
Já estamos prontos para mais um, Democrático, acto eleitoral que se aproxima, e preparemo-nos para dar uma resposta Alegre na crise.
Ao menos, não ficamos com amargos de boca.

publicado por felismundo às 20:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Outubro de 2005

Inquietações

-Será que Portugal existe?
-Será que houve o "25 de Abril"?
-Terá existido um cantautor de nome "José Afonso"?
-Se existiu, terá ele escrito canções como: "Grândola Vila Morena"; "Maio Maduro Maio" e outras, que eu, e os da minha geração se habituaram a ouvir e a gostar?
-Porque não passam na rádio, na televisão e noutros meios essas canções?
-Serão elas pernúncio de um novo 25 de Abril, e por isso perigosas?
-Sócrates, será ele um homem de Abril?
Estou farto de tanta mediocidade.
Hoje, durmo a Sesta e rumo para longe, onde não tenha ecos de mais essa farsa que vai ter nas Autarquicas o 1º acto de uma peça que terminará com as Presidenciais.
Espero na próxima estar mais bem disposto, o que não me parece possível.
Espero que o POVO acorde, para bem dele próprio.

publicado por felismundo às 10:43
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Outubro de 2005

Tanto bate,.... até que fura!

Nunca é demais falar do Zeca Medeiros.
Hoje é ele próprio a falar, por intermédio da sua poesia:

O Cantador

O cantador
chegou de madrugada
venceu a noite
pelas praias do mar
na sua voz
teceu uma balada
amanhecer
que havemos de cantar

O cantador
rasgou as nossas penas
num canto moço
que havemos d'acender
na sua voz
ergueu vilas morenas
Maio maduro
que havemos de colher

Ergueu cidades
sem muros nem ameias
lançou sementes
na terra de ninguém
cantou o sol
rompeu nossas cadeias
trouxe consigo
outro amigo também

in CD Torna Viagem - Prémio José Afonso 2005

Para ouvir e divulgar!

publicado por felismundo às 17:08
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Outubro de 2005

Foi bonita a festa, pá!

Dois de Outubro, já passou o tempo suficiente para verificar a eficácia da informação em Portugal.
Nada, mesmo Nada é referenciado em relação ao Prémio José Afonso, um galardão instituído pala Câmara Municipal da Amadora, há já dezoito anos.
Que andarão fazendo estes indivíduos que mandam nos jornais, rádios e televisões, que não deixam passar a Música Popular Portuguesa, não incentivam os verdadeiros criadores no seu imenso esforço, produzem, divulgam e incentivam a musica dita "pimba", e a mais comercial música anglo-saxónica, enfim uma desgraça.
Pois bem, apesar de tudo o Zeca Medeiros ganhou o prestigiado Prémio, a Festa fez-se, nós, os que teimamos em lutar por um Mundo Diferente, estivemos, ouvimos e gostámos.
Queremos mais, queremos o nosso Património Cultural divulgado e reconhecido.
Viva o Zeca Medeiros e todos os que com ele chegaram à disputa de tão importante como referencial galardão.
Como diria Chico Buarque, nosso irmão do outro lado do Atlântico: " Foi bonita a Festa, pá!"

publicado por felismundo às 19:50
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds