Quarta-feira, 30 de Novembro de 2005

Bush e a Gripe das Aves

View image
Foi assim que o George Bush, apanhou a "gripe das aves", pôs-se a fazer festas no monco do perú, e foi no que deu.

publicado por felismundo às 11:30
link do post | comentar | favorito

PORTUGAL/GALIZA, A MESMA LÍNGUA

Aí está ele outra vez.
Perdoem-me a insistência mas, são tão raros estes momentos que não consigo deixar passar a oportunidade de voltar a falar do ZECA MEDEIROS.
Pois bem, uma vez mais a música que se faz nos AÇORES, por açoreanos, continua o seu caminho, espinhoso, para se dar a conhecer. Sim, porque se trata de verdadeira MÚSICA POPULAR PORTUGUESA, e porque o caminho está cheio de espinhos.
Tudo isto para dizer que o Zeca vai estar esta noite, dia 30 de Novembro, num concerto em Santiago de Compostela, na sala "NASA", pelas 22h00.
É um cncerto englobado no ciclo "Músicas de Galiza e Portugal" e que se desenrola de 29 de Novembro a 3 de Dezembro.
Para além do Zeca estará também presente por Portugal, no dia 2 de Dezembro os "MÃO MORTA", para além dos grupos galegos, Alcroque; Avariza; Gaiteiros do Norte; Laghareu e Pan Capazo.
À consideração de quem de direito.

publicado por felismundo às 11:19
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Novembro de 2005

Águas de Novembro

Novembro está no fim!
Novidades, novidades, continuam sem aparecer. É sempre mais do mesmo, o Capital na "Maior" e NÓS, sempre a sofrer!
Ainda bem que tem chovido, pois o governo, com a água que tem andado a meter, já no-la tinha levado toda. Assim ainda a vamos podendo beber, cara já se vê, que isto de fazer chover, custa muito dinheiro e obriga a muitos sacrifícios.
Estou-me preparando para mais uma sestinha, para poder, à noite ouvir o Mário Lino, não, não é aquele que foi defesa do Sporting, o outro, o da equipa do Sócrates, falar da sua OTA.
Até já o ouço cantar:

Óh Ota, que linda Ota
Óh Ota de Portugal
Tanto dinheiro enterrado!
Não é meu, que tem de mal?

E é assim, que se governam, em Portugal!

Para lembrar o que não se escuta, nas Rádios e nas Televisões, aí vai:

O HOMEM DA CORDA BAMBA

Senhoras e meus senhores
benvindos a esta cena
de mágicos, malabaristas
e de trapezistas
dançando n'arena

Mas o homem da corda bamba
é a principal atracção
mandem rufar os tambores
luz nos projectores
e muita atenção

Cá estou eu
na corda bamba
carabranca de palhaço
entre o início e o fim
não te esqueças de mim
se me enganar no passo...

Senhoras e meus senhores
venham cá brincar
com o fogo
que a vida é um realejo
quiméra, desejo
talvez só um jogo

E tudo se joga sem rede
nesta moeda tão falsa
mas 'inda há quem se afoite
no meio da noite
no tempo da valsa

Cá estou eu na
corda bamba
na vertingem que me enreda
entre o céu e a valeta
sei da pirueta
do aplauso e da queda.

JOSÉ MEDEIROS
in CD "Cinefilias e Outras Incertezas"

publicado por felismundo às 14:29
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Novembro de 2005

Reflexões

Ontem não me apeteceu escrever.
As notícias, ocuparam-me todo o tempo.
-Ontem, não se falou em déficit!
-Ontem, não se falou na ronda das presidenciais!
-Ontem, não se falou no 25 de ABRIL!
Ontem foi Novembro-25, escuro como o breu, o dia do nosso desencanto, uma data que a direita continua a querer impôr-nos como referncial, mas referência de quê?.
Ontem, lembrei.me, ainda mais do ZECA AFONSO, do ADRIANO CORREIA de OLIVEIRA, do CARLOS PAREDES, e de tantos outros que ainda nos ajudam a suportar todas estas ignomínias e este MAL VIVER, que o governo nos dá.
Quero aqui agardecer ao Viriato, aquilo que escreveu neste meu "sítio" e reafirmar-lhe como estou com ele nesta incessante LUTA PELA LIBERDADE.
NÓS, AINDA NÃO SOMOS LIVRES!
A UTOPIA, não se compra nos supermercados, conquista-se no dia a dia com o nosso esforço e empenho.

Gostava agora de recordar PEDRO OOM, transcrevendo uma pequena história, com a devida vénia à &etc.

"UM TOSTÃO PARA O ENSINO

Num Pequeno País atrasado e pobre o Primeiro-Ministro preocupava-se muito com a ignorância do seu povo.

A precentagem de iletrados era tal que não se descortinava maneira de arrancar do estado de subdesenvolvimento para a fase industrial a que o país necessitava chegar.

O Primeiro-Ministro reuniu os melhores pedagogos do país que elaboraram um pequeno livro de bolso, a que chamaram "Cartilha Paternal", onde se resumia em frases simples toda a Ciência existente.

A "Cartilha Paternal" foi distribuida gratuitamente a todo o Povo, o qual lhe deu a serventia que estava habituado a dar a todo o papel, liso ou impresso.

Moral: a instrução não custa um tostão..."

Pedro OOM
in COISAS / &etc

publicado por felismundo às 19:44
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Novembro de 2005

...

dias06.jpg

publicado por felismundo às 23:37
link do post | comentar | favorito

A Não Perder!

Continua em bom ritmo a apresentação do CD "Torna Viagem" de JOSÉ MEDEIROS.
Depois dos espectáculos na Guarda, dia 18 e em Porriño (Galiza) dia 19, Zeca Medeiros estará em Lisboa amanhã dia 22 no "Onda Jazz",no Arco de Jesus, nº7 - Alfama, junto ao Campo das Cebolas, às 22h30. Depois, dia 26 no bar "Tambor Q Fala", na sede dos "Toca a Rufar" no Casal do Marco - Seixal.
Para além do Zeca, temos também mais uma oportunidade de ver e ouvir, no espactáculo "MARIAS", Mariana Abrunheiro acompanhada ao piano por Ruben Alves.
Na literatura destacamos a presença de Baptista - Bastos e de Urbano Tavares Rodrigues na apresentação do último livro de Viriato Teles, "A Utopia segundo Che Guevara", no espaço Bertrand-Picoas-Plaza, às 18h30, no dia 22.
Tudo situações a não perder!
Eu lá estarei com o pensamento no "João".

publicado por felismundo às 23:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 18 de Novembro de 2005

Ao Sul!

De novo de passagem pelo Alentejo, onde a vida passa devagar, dou-me conta de quanto estamos a anos luz do desenvolvimento, sim porque a estagnação em que nos encontramos, não significa nada senão regressão. Agora, a paisagem e alguma paz que aqui ainda se respira, tem o seu valor e só é necessário que nós , alentejanos, temos que preservar e incentivar positivamente, batendo-nos contra o caciquismo e a má consciência de muitos que se governam, governando-nos.
Mudando de assunto, estou imensamente feliz com a perspectiva de um novo "neto".
Enquanto espero vou lutando e desmistificando todo o obscurantismo em que nos querem mergulhar.
Ontem no Porto com o Viriato Teles, no lançamento da sua última obra "A Utopia segundo Che Guevara", um livro que recomendo vivamente.
No próximo dia 22, no "Onda Jazz" em Lisboa, pelas 22h00, irei novamente estar com o Zeca Medeiros e o seu "Torna Viagem", espectáculo que resultou do CD do mesmo nome, que lhe deu a vitória no prémio "José Afonso 2005", da Música Popular Portuguesa.
Informo também que no mesmo espaço, mas no dia 25, pelas 23h00 terei o prazer de ver e ouvir a Mariana Abrunheiro com Rubem Alves no piano e a sua produção "Marias", a não perder.
Agora só me resta esperar pelo JOÃO!

publicado por felismundo às 23:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 9 de Novembro de 2005

José Medeiros

1225493281

publicado por felismundo às 18:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

O outro dia.

"Amanhã, vai ser outro dia", imensa frase o verso do Chico Buarque que, ao mesmo tempo, é uma realidade para todos os que o consigam atingir.
Para mim, assim será, espero, e por isso irei de abalada até ao Porto para ter o gosto e o prazer de estar com os meus Filhos e a minha Neta.
Estou farto, quero é ir embora, desertar, deixar para tráz este socrates e seus"muchachos", que tão bem ficam no canal, da televisão que temos, mas que bem faziam zarpar de vez e deixar-nos descançados para podermos assim, dormir a Sesta.
Já agora quero deixar aqui, uma vez mais um abraço ao Zeca Medeiros, meu irmão na vida e na luta incessante pela Música Popular Portuguesa.

publicado por felismundo às 18:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Novembro de 2005

Alegremente ALEGRE!

Ontem, tive o prazer e a alegria de voltar a ouvir o Manuel Alegre.
Nunca o conheci pessoalmente, mas sempre o considerei meu companheiro e camarada, quando comigo e com outros comunicava, lá de longe, da Argélia, na rádio "Voz da Liberdade" e também pelas vozes do Zeca, do Adriano e de outros que corajosamente o musicavam e interpretavam.
Depois, politicamente, seguiamos caminhos paralelos, porque apesar de Alegre militar no PS, sempre o fez à "Esquerda".
Ontem, ao ouvi-lo emocionei-me, tal como a minha mulher e a nossa filha, pois como já eramos seus apoiantes e proponentes, tivemos toda a confirmação das nossas opções.
Devo aqui referir a frase da minha mulher, no fim da apresentação da candidatura: "Elegendo o "Manel" presidente, não temos só um "Portugal Alegre", mas também e, acima de tudo,"Bonito"!".

publicado por felismundo às 18:46
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds