Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

A Vida Cultural em Ponta Delgada

Ontem, no Teatro Micaelense, tevo início o MusicAtlântico, Festival 2007, dedicado à Voz No Tempo.
Fui agradavelmente surpreendido pela excelência do grupo que nos visitou e nos brindou com uma excelente actuação, os:
composite.web.H250px.jpg

Grupo, com quatro décadas de existência, tem vindo, ao longo dos tempos a reformular-se e a passar a sua arte de geração em geração.
Vala a pena ouvi-los e partilhar a excelência das suas vozes, o humor que colocam, nas interpretações e a qualidade do repertório.
O concerto apresentado, denominado, da Sonata à Salsa, contava com composições de Purcel a Bach, de Mozart a Brahms e Debussy e Ravel, de Lennon/McCartney a Chick Corea de A.C.Jobim a Cole/Mills.
Sem palavras!!!

publicado por felismundo às 09:56
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 24 de Junho de 2007

DIA DE SÃO JOÃO

As recordações, são imensas, era a época dos exames. Deslocava-mo-nos para Évora, onde, no antigo Liceu, actual Universidade, se desenrolavam os exames. Paralelamente, decorria a Feira de S. João, uma coisa descomunal, feira de gado e de gados de diferentes espécies. Os exames, lá se iam fazendo, mas o apelo à festa, esse era o principal. Pois bem, também aqui nos Açores, se comemora o S. João, em especial na Ilha Terceira, onde se desenrolam as "SANJOANINAS", manifestação MAIOR, das gentes mais divertidas do arquipélago. Por aqui por S. Miguel, também, um pouco por todo o lado se comemoram os santos populares, e hoje é dia grande em VILA FRANCA DO CAMPO, onde S. João é padroeiro.
Por todos esses motivos e mais alguns, as obras estão paradas, refiro-me à minha casa obviamente, por isso a foto, que descobri, numa pesquisa na Google, e que resolvi publicar, homenageando assim toda a comunidade emigrante, que por todo o lado labuta, tentando melhorar a sua vida, as mais das vezes sem feriados nem dias santos. Mas hoje, as hobras, estão fechadas!

obras.jpg

publicado por felismundo às 10:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 18 de Junho de 2007

A MORTE NUNCA EXISTIU

A Morte Nunca Existiu


Poema: António Joaquim Lança (pastor alentejano)

Música: José Mário Branco

Intérprete: José Mário Branco (in "Margem de Certa Maneira", 1972)


Tudo o que for vivente tem

Uma queixa que o percorre

E quando um dia a vida morre

A morte morre também

Essa já não mata ninguém

Onde nasceu se sumiu

Só p'ra esse corpo serviu

Ali fez as contas do Porto

Não vai dum p'ra outro corpo

Porque a morte nunca existiu



A morte não sai p'rá rua

Nem anda de terra em terra

E quando um dia a vida degenera

A morte, cada um tem a sua

Essa já não continua

Onde nasceu foi acabada

Depois foi ser enterrada

Com o corpo debaixo do chão

Mesmo nessa ocasião

Foi pela vida gerada.



Onde é que essa morte está?

Onde tem o acampamento?

P'ra matar milhares ao mesmo tempo,

Uns no estrangeiro, outros cá

Essa morte não haverá

P'ra que faça tanto corte

Inda mesmo que seja forte

Que haja isso, eu não acredito

Estragou-se o sangue, perdeu-se o esp'rito

Da vida passou à morte



Como é que podia ser

Uma morte só ter tanta substância,

O mundo ter tanta distância

P'ra tanto vivente morrer?

Cada um tem de a sua ter

E pela vida é que é fundada

Que ela, que anda de estrada em estrada

Ninguém tenha esse abismo

Quando se pára o maquinismo

É que fica a morte formada.

publicado por felismundo às 11:52
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 15 de Junho de 2007

AINDA A HOMENAGEM A ZECA AFONSO

Depois de editar o último escrito, verifiquei que a placa não estava muito visível.
Para que se veja!!

Homenaje a Zeca 9.JPG

publicado por felismundo às 00:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

MONTEVIDEO, HOMENAGEIA ZECA AFONSO

Homenaje a Zeca 7.JPG

Recebi hoje da minha cunhada São a notícia que lhe tinha sido veículada pelo Carlos Peninha do ACERT, sobre uma homenagem prestada a ZECA AFONSO, na capital do URUGUAI.
Transcrevo na integra a carta enviada, juntamente com as fotos que irei partilhar com todos vós.
Aqui a deixo:

De Andrés Stagnaro -Montevideo - Uruguay

Queridos amigos, todavía me dura la alegría y se que durará mucho más.
Agradezco a la Junta Departamental de Montevideo y a la Intendencia
Municipal de Montevideo por haber escuchado esta iniciativa y llevarla a
cabo. A los amigos de Casa de Portugal por haber apoyado y a todos
quienes han estado presentes de una u otra manera.

¡Gracias a todos !
Es la primera vez que Uruguay homenajea a un cantautor no uruguayo
con una placa en una plaza.
No se en cuantos lugares del mundo se le ha puesto una placa a Zeca,
pero si se que el día de ayer en esta ciudad por lo manos para mi, es
diferente. No me canso de pasar y sacarle fotos.

Les mando estas fotografías del día de ayer, las comprimí para que la
puedan recibir a todas, pero pueden pedirme la que les guste.

Abrazos

Andrés Stagnaro

Propositadamente, não acrescento, mais nada, porque desnecessário.

publicado por felismundo às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 13 de Junho de 2007

OS LIVROS

livros menores.jpg

Aceitando o repto lançado pela Emiéle do Pópulo, desculpa, mas perdi a cábula de fazer links, aqui estou eu a dizer, que livros me acompanham, no dia a dia.
Assim, e como não podia deixar de ser, um Guia Prático da Hbitação, uma publicação da Secretaria de Estado da Habitação, que me tem sido muito útil; Depois um livro que me acompanha invariavelmente, através dos dias, trata-se de uma Antologia que reúne os ensaios de António Sérgio, uma selecção, prefácio e notas de Joel Serrão, editado pela Portugália; Depois coisas levesinhas, mas de qualquer forma para pensar ou ajudar a pensar, refiro-me ao Quadro Analítico da Corneação, de Charles Fournier da & Etc., bem como o, Manual de Civilidade para Meninas, destinado às escolas, da Pierre Louys, também da & Etc.; os Aforismos de Franz Kafka e Morrer a Rir (Epitáfios Apócrifos), de Hilário Antas, ambos da Ulmeiro.
São estes os meus companheiros diários, com quem tomo café ou chá, outra bebida que gosto e que aqui, nos Açores é de uma qualidade excepcional, quer o Verde (homenagem à Emiéle) quer o Preto, (para mim).

publicado por felismundo às 13:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 12 de Junho de 2007

333

Até a mim, me parece mentira, este é o tricentésimo, trigéssimo, terceiro, escrito que aqui deixo, e estou sem saber o que escrever.
Como a literatura sempre constituíu um desafio, aqui vou deixar, para reflexão uma fábula da autoria de João de Deus, do seu livro "Campo de Flores".

O CÃO E A PRESA

Um cão apanha um coelho
À margem de uma ribeira;
Mas vendo-o naquele espelho
Larga-o, salta a ribançeira...
E assim perde o que levava
E mais o que ambicionava,

Abençoada prudência
(E é esta a moralidade!)
Quantos pela aparência
Perdem a realidade.

publicado por felismundo às 18:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 10 de Junho de 2007

A IGREJA DO COLÉGIO

P6090039.jpg

É este magnífico exemplar do Barroco, que Ponta Delgada, tem para oferecer a quem a visita.
A tomada da fotografia, cumpre exactamente o seu objectivo, uma vez que todo o Largo, em frente, é um munumental parque de estacionamento, tirando ao monumento, parte importante da sua grandiosidade e beleza. Parece-me que será esta, a altura ideal para dali desviar o estacionamento de viaturas, pois para lá da Igreja e do Museu anexo, existe a Biblioteca e Arquivo Dirtrital de Ponta Delgada e um aprazível Jardim. Há que olhar os HUMANOS, com outros olhos, que não os de contribuintes líquidos.

publicado por felismundo às 21:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 6 de Junho de 2007

Rumo ao Desenvolvimento Sustentado

Momento da partida para mais uma viagem!

Metro_Sul_Do_Tejo.jpg

publicado por felismundo às 19:32
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 5 de Junho de 2007

TAÇA DA EUROPA

Tive conhecimento, à pouco, nos noticiários, do regresso dos atletas que participram na Taça da Europa de Natação, onde conquistaram 24 medalhas, entre ouro, prata e bronze. Pois bem, à chegada só estavam os familiares.
Resta acrescentar que se tratava de ATLETAS descapacitados. Um país que trata assim, este punhado de atletas, pais, treinadores e dirigentes, não os merece.
Da minha parte, o maior orgulho em ser seu compatriota. OBRIGADO!!!

joao_martins_epa.jpg

publicado por felismundo às 22:50
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds