Segunda-feira, 15 de Junho de 2009

JORGE DE SENA

São,notícias destas, que nos fazem sentir gente.

Apesar de ter sido obrigado a refugiar-se no estrangeiro, no regime anterior, o gesto que agora a viúva, Mécia de Sena e os filhos, com a entrega do seu espólio à Biblioteca Nacional, enchem-nos de orgulho.

Só que, estes SINAIS, não fazem notícia ao invés dos estafados casos dos "bancos" e das tricas que motivam, ocupando os horários nobres das nossas notícias.

Espalhemos a notícia!!!


publicado por felismundo às 19:24
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Emiéle a 16 de Junho de 2009 às 07:19
É, de facto, uma excelente atitude uma vez que um espólio desses deve ser de peso.
Mas sabes, que a um nível muito inferior, mas sei de alguns casos onde pessoas que herdaram dos pais por morte destes bibliotecas de milhares de volumes, tentam oferece-las a diversas instituições ou Juntas de Freguesia e são recusadas com a justificação de que não têm espaço, ou até que 'são livros velhos'.
Fico sempre chocada.


De felismundo a 16 de Junho de 2009 às 10:21
Tens toda a razão, no que dizes, mas sabes, as Juntas e as outras instituições, não querem os livros, porque não têm quem deles cuide e lhes dê a "vida" que eles merecem, como deve ser feito. Essa a razão porque anda, tanta gente, e tu sabe-lo bem, sem emprego. Essas instituições, não têm BIBLIOTECAS, têm sim, armazéns onde guardam espólios, alguns sem qualquer interesse, mas outros, de imenso valor, mas falta-lhes o "saber fazer", o ter, quem saiba fazer e depois como é coisa que não dá votos, para quê tê-los?


De Maria a 16 de Junho de 2009 às 15:20
Agora, sobre a efectivação da doação, não estive atenta às notícias, acabo de tomar conhecimento por ti, no entanto.
lembro-me da intenção de Mécia Sena, já ter sido divigulgada, hoje pesquisei e encontrei "aqui"
http://tv1.rtp.pt/noticias/?article=168264&visual=3&layout=10 (deixo a ligação por trazer inf.sobre outros espólios).
E é de louvar o "gesto" outras famílias não tiveram a mesma generosidade, nomeadamente a de Fernando Pessoa que vendeu avulso, dispersando assim , o espólio do nosso querido e grande Poeta.


De felismundo a 16 de Junho de 2009 às 17:40
Tens toda a razão. Também me lembro da intenção da Mécia de Sena, ter manifestado essa intenção. No entanto, nunca mais tinha sabido de nada até que agora, se concretizou.
Quanto ao segundo caso, se bem que há famílias e famílias, também me parece que se esperou tempo demais, isto da parte de quem decide, para tomar uma actitude, daí, talvez, a venda "a retalho".
Fizeste bem em deixar esse link, sempre dá mais visibilidade ao facto.


De felismundo a 16 de Junho de 2009 às 17:59
Maria, fui ao link e não consegui abrir, depois pesquisei na rtp e não consegui também, será que esta algum dado mal colocado?


De Maria a 16 de Junho de 2009 às 19:39
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1352650
Há coisas, eu realmente li numa ligação à RTP, mas, acima está a notícia (similar) no Púbblico.
Desculpa lá o mau jeito, nem sei o que poderá ter acontecido!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds