Domingo, 6 de Dezembro de 2009

OS AÇORES, "ENCHERAM" A SOCIEDADE DOS ARTISTAS, EM FARO

 

 

O multifacetado, cantautor açoriano "ZECA MEDEIROS", cantou e encantou, na "noite algarvia".

O concerto, foi ontem, 5 de Dezembro, e mostrou-nos um "Zeca", em plena forma, muito bem acompanhado por três excelentes músicos, o portuense Jorge Silva ao piano, acordeão e baixo electrico, o, também açoriano, Gil Alves, com a sua flauta as tumbadoiras e o seu inseparável "glocken spiel" e o universal Manuel Rocha, no violino.

Foi uma noite de encantamento, em que as variadas facetas do Zeca, estiveram sempre presentes, na medida certa e com a contenção que o evento requeria.

Autor, actor, cantor e excelente comunicador, ofereceu-nos um concerto variado, em que, a par de temas já conhecidos, mas sempre novos, porque o Zeca, nunca os apresenta da mesma forma, contou com a presença das "MOÇOILAS", um conjunto feminino, de quatro vozes, que cantam "à capella" e que ontem cantaram com o Zeca, alguns dos seus temas, para lá de nos terem divulgado, dois temas tradicionais do Algarve, sua matriz original.

Para além da beleza que os Açores oferecem a quem os visita, para além da hospitalidade das suas gentes, também é de realçar o extraordinário papel, deste divulgador da  cultura açoriana que, apesar de todas as dificuldades e entraves que lhe têm sido colocados, na divulgação da sua extensa e variada obra, não pára de nos surpreender com os seus filmes, as suas músicas, os seus poemas e a sua presença, sempre com a simplicidade e com a entrega, de todos conhecida.

Só nos resta realçar a produtora, "ALGARPALCOS"  e todo o esforço e dedicação, que tem colocado, na divulgação de tão prestigiado "ARTISTA" e ao extraordinário público, que teve a felicidade de assistir a este momento ímpar.


publicado por felismundo às 17:34
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De inframodal a 7 de Dezembro de 2009 às 22:11
Pelo que já depreendi do "feedback" materno correu mesmo muito bem! Pois é, esse gajo quando está inspirado não dá tréguas à sorte e, curiosamente ou não, as últimas presenças aí pelos Algarves têm sido guindadas pelo sucesso; bons ares pelos vistos...
É também uma forma positiva de ir conquistando novos fãs num espaço de si enormemente monopolizado pelos formatos "standard".
Pela persistência e por um "je ne sais quoi" de irrealidade, ressoa um mérito tremendo do trabalho do Zeca!


De felismundo a 9 de Dezembro de 2009 às 17:35
Tens toda a razão.
Quando as circunstâncias o impelem, nada o segura e surge o actor que se nao limita a ser cantor. Daí surgem as interpretações únicas, do Zeca. Foi todo esse cunjunto de situações e de clima que o rodearam na inesquecível noite de Faro, nos Artistas.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds