Domingo, 2 de Maio de 2010

MÚSICAS AO DOMINGO

Uma canção, um autor, dois interpretes.

 

 

 

música: Maio, Maduro Maio

publicado por felismundo às 08:00
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Maria a 2 de Maio de 2010 às 16:02
Grande canção - os dois vão tão bem...:))
Já não me lembrava dela cantada pela Nara Leão, gostei muito de a ouvir, imagino que Zeca Afonso, também tenha gostado...


De Maria a 2 de Maio de 2010 às 17:06
O meu comentário (a pontuação é a maior culpada) está péssimo:))
Não é que eu o saiba fazer muito melhor mas, talvez fique melhor assim :Gostei muito da interpretação de Nara Leão, não me lembrava que ela o tinha feito...Posso imaginar que o Zeca Afonso, também, tenha gostado...


De Anónimo a 4 de Maio de 2010 às 21:58
o Zeca era um espirito livre. não se limitava a fingir "ser", "ERA". e era o mais importante. eu sinto uma grande dor e uma falta enorme daquele Homem, que sem nunca me ter visto, no entanto me viu tantas vezes. quando ele cantava, as vozes calavam-se. era respeito e admiração. e quando um dia ele partiu, ficou um vazio, que a meu ver não foi, não poude ser preenchido.
sim, ele gostou de certeza da versão da nara leão, pois muitas vezes convidou artistas vários para os seus concertos, e para estes era uma honra acompanhá-lo.
1º de maio. de 1974,lembro-me tão bem!
na altura era a euforia e a esperança. agora a tristeza e o desânimo.
mas, no meio deste desânimo, vêm-me a memória o poeta:
mesmo na noite mais triste, no meio da escuridão
há sempre alguém que resiste,
há sempre alguém que diz Não!
viva abril, e viva o 1º de Maio. que a memória de todos os que se sacrificaram por um ideal, e por uma sociedade mais justa e verdadeira permaneça.
que não se deixe apagar a memória.
obrigada, pela explêndida lição de História
abraço.
silvya


De felismundo a 13 de Maio de 2010 às 10:59
Anónima, que é a Silvya.
Pegas nesta ideia da canção e lanças-te a responder ao global dos escritos que eu aqui deixe, obrigado.
Neste momento um tanto ou quanto tardio, por razões várias, em que eu aqui volto, dou por mim a ler-te e a comparar com as dificuldades que por aí vêm. As "datas", são cada vez mais só "datas", até que o mundo estoire e tornem de novo a ter o significado que verdadeiramente, nunca deveriam ter deixado de ter. Veremos!!!
Gostei imenso do que disseste.


De felismundo a 13 de Maio de 2010 às 10:53
Maria, respondo-te neste aos dois.
Não te preocupes que descuidos desses, todos temos.
Quanto à canção e aos interpretres, parece-me, nada mais haver a dizer. O Zeca porque a fez e a cantou, como só ele o fazia e a Nara, uma menina, ainda, que tão bem lhe soube pegar e cantar, com aquela força que só ela tem.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds