Sábado, 17 de Julho de 2010

NOS SÁBADOS, ARTE!

JORGE VIEIRA ( n. Lisboa 1922- m. Estremoz 1998)

 

Escultura, gravura e desenho.

Curso de escultura da ESBAL (18 valores), estudou na Slade School of Fine Arts  em Londres sob a orientação de Henry Moore, F.E. Mc’ William e  Reg Butler (1954)

Considerado um dos mais importantes escultores portugueses do século XX pela força, sensualidade liberta e modernidade da sua extraordinária obra em terracota, bronze, ferro e pedra.

Premiado no Concurso Internacional do Prisioneiro Politico Desconhecido - Tate Gallery London (1952).

Tem uma vasta obra pública (Dois Grupos escultóricos Comptoir Suisse – Lausanne; Grupo escultórico – Pavilhão de Portugal em Osaka; Estação do Metro do Saldanha; “Homem Sol” na Expo, Lisboa; conjunto escultórico na Praça do Município em Lisboa; Monumento ao Prisioneiro Politico Desconhecido em Beja, entre muitas outras).

Realizou a sua exposição individual (escultura) na CAT em 30 de Agosto de 1985.

 

http://artepublica.blog.com/files/2008/04/jorge_vieira_mon_presos_pols.jpg

 

MONUMENTO AO PRISIONEIRO POLÍTICO DESCONHECIDO


publicado por felismundo às 08:00
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De silvya a 27 de Julho de 2010 às 19:48
desconhecia o autor e a obra.
mas é bom, que haja alguém, que não esqueça e não faça esquecer, aqueles que lutaram, para que os outros, todos nós, possamos viver num país mais justo e mais livre...
eu pergunto-me:
-até quando???
silvya




De felismundo a 11 de Agosto de 2010 às 19:03
Pois é Silvya, este é o escultor que fez o "HOMEM - SOL" que está no Parque das Nações e que foi feito para a Expo-98.
Era uma personalidade extraordinária, que tive o prazer de conhecer e de ser seu amigo.


De silvya a 16 de Agosto de 2010 às 21:26
obrigada, por me teres elucidado.
na verdade não sabia, que a estatua era desse autor.
desculpa, mas disseste :
tive o prazer de conhecer...
já não está entre nós?
uma abraço.
silvya


De felismundo a 17 de Agosto de 2010 às 13:02
Infelismente, faleceu em Estremoz em 1998, vítima de ataque cardíaco mas, para melhor saberes quem foi deixo-to este link .
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jorge_Vieira


De inframodal a 10 de Agosto de 2010 às 04:37
Tem piada, sem ter piada nenhuma... a verdade é que nunca apreciei verdadeiramente esta obra e desconhecia-lhe o significado; pungente e forte, ilustrando a magnífica cidade de Beja!


De felismundo a 11 de Agosto de 2010 às 18:56
Pois é Inframodal, foi do teu tempo em Beja, sim senhor.
Tenho pena de não teres tido oportunidade de conhecer o Jorge Vieira, na sua casa de S. Bento de Ana Loura, talvez esse contacto te desse outros olhos para entender a sua obra.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds