Segunda-feira, 14 de Agosto de 2006

TODOS OS FOGOS, O FOGO!

Obrigado Julio Cortazar, pelo título.
Mas, ia eu falar de FOGOS, quando me surge, na televisão o ministro COSTA e o secretário ASCÊNCIO, a tentarem justificar o injustificável e a atribuirem as culpas aos que não cuidam da floresta, bla, bla bla, e que as televisões deveriam, isso sim,mostrar as matas portuguesas antes destas arderem.
Pois bem, num notável trabalho informativo, a SIC, mostra, de seguida, uma reportagem em que é visto, à saciedada, uma mata, lá para os lados de Viseu, da responsabilidade do ESTADO, e o POVO, teve oportunidade de verificar o desvêlo com que Costas, Júlios Silvas, Ascêncios, Sócrates, e demais governantes, OLHAM e TRATAM, aquilo que é de TODOS NÓS. A porta de saída, está aberta, peguem nas enxadas e ála, que se faz tarde, muito tarde.

publicado por felismundo às 09:22
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De jos palmeiro a 14 de Agosto de 2006 às 12:01
Fernando, obrigado pelo poema. De certa forma completa o meu escrito.


De fernando nogueira gonalves a 14 de Agosto de 2006 às 11:45
O FOLCLORE DOS INCÊNDIOS
Todos inocentes

Protesta o autarca sobre o fogo
Protesta o bombeiro e com razão
Solta o juiz o incendiário
Que devia estar na prisão

Queixa-se o politico por falta de fundos
E o cidadão desprovido da casa e do pão
Protestam e culpam tudo e todos
Porque todos se acham com razão

Meus senhores apresento o culpado:
A árvore que nasceu no chão



Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds