Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

Hoje, uma sugestão diferente.

Trata-se de um licor tradicional que me habituei a tomar como um digestivo da maior qualidade. Para além de se fazer em casa, o que lhe empresta um cariz especial.

Experimentem, não é difícil e vão ver que o difícil, é vê-lo terminar!!!

 

 

 

 

Licor de Leite

 

Ingredientes:


•    1 kg de açúcar ;
•    1 litro de álcool a 70 graus ;a)
•    8 paus de chocolate ou 8 cigarros de chocolate (60 g) ;
•    1 limão ;
•    1 vagem de baunilha ;
•    1 litro de leite cru ;
•    filtros de papel

NOTA: a) Há que faça com aguardente
Confecção:


Num recipiente de boca larga (ou um garrafão) deita-se o açúcar, o álcool, a baunilha, o chocolate raspado, meio limão com a casca cortado em bocadinhos, meio limão descascado e cortado em bocadinhos. Adiciona-se finalmente o leite, mexe-se com uma colher de pau (ou chocalha-se) e deixa-se ficar de infusão, tapado, durante 15 dias, mexendo todos os dias.
Passado este tempo, retiram-se os pedacinhos de limão com uma escumadeira e filtra-se o preparado a pouco e pouco, retirando cuidadosamente os resíduos. Se o filtro se romper, volta a filtrar-se o licor de modo a obter-se um preparado límpido.
Os resíduos reservam-se para a preparação do pudim de Natal.
Há quem retire todas as peles brancas ao limão para evitar que o licor amargue.
Este licor prepara-se a tempo de estar pronto para a festa do Natal.


publicado por felismundo às 08:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

 

Favas Guisadas

 


[Favas_1.jpg]

Ingredientes:
Para 4 a 6 pessoas

  • 3 kg de favas ;
  • 150 g de toucinho ;
  • 200 g de chouriço de carne ;
  • 1 molhinho de coentros ;
  • 2 folhas de alho ;
  • 200 g de pão ;
  • sal

Confecção:

Escolhem-se as favas bem tenras e lavam-se depois de descascadas.
Corta-se o toucinho ás tirinhas e o chouriço ás rodelas e fritam-se num tacho em lume brando. Retiram-se quando tiverem largado bastante gordura.
A esta gordura junta-se o molhinho de coentros ao qual se ataram as duas folhas de alho. Deixa-se fritar um pouco e juntam-se-lhe então as favas. Tapam-se e deixam-se cozer, agitando o tacho e juntando pinguinhos de água à medida que vai sendo necessário para impedir que as favas agarrem ao fundo do tacho e se queimem.
A meio da cozedura das favas, introduz-se novamente o toucinho e o chouriço e deixa-se apurar bem.
Coloca-se numa travessa ou num prato fundo (prato de meia cozinha) o pão cortado ás fatias sobre as quais se deitam as favas.
Acompanha-se com salada de alface cegada, isto é, cortada em caldo-verde e temperada com coentros e hortelã picados, azeite, vinagre, sal e um pouco de água.


publicado por felismundo às 08:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

http://1.bp.blogspot.com/_hksw1LapDgU/SH3umcpk4CI/AAAAAAAACWg/U_zy_2tr_LU/s400/tamboril.jpg

 

 


Arroz de Tamboril à Pescador


Ingredientes:

  • 1 tamboril ;
  • 0,5 kg de arroz ;
  • 1,5 dl de azeite ;
  • 3 dentes de alho ;
  • 2 cebolas grandes ;
  • 1 pimento encarnado ;
  • 1 pimento verde ;
  • 800 grs de tomates maduros ;
  • 1 folha de louro ;
  • coentros ;
  • piri-piri q.b. ;
  • sal q.b. ;

Confecção:

Coza o tamboril em água e sal.
Depois limpe as espinhas e peles e guarde a água de cozedura do mesmo.
À parte leve ao lume, num tacho, o azeite, a cebola picada, os alhos, o louro e os pimentos cortados às tiras.
Logo que a cebola esteja cozida junte os tomates, limpos de peles e sementes, cortados aos bocados.
Ferva um pouco até estar bem cozido e adicione a água onde cozeu o tamboril (o dobro do volume do arroz).
Tempere com piri-piri.
Prove para ver se está bom de sal (pois a água do peixe já leva sal) e logo que comece a ferver junte o arroz lavado e seco.
Quando o arroz estiver cozido junte os bocados de tamboril.
Sirva num tacho de barro e enfeite com mexilhões grandes e coentros picados.



fonte:
Câmara Municipal de Portimão


publicado por felismundo às 10:31
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

http://1.bp.blogspot.com/_O3CF7ZVULmY/S8qabc-jvZI/AAAAAAAAAt8/JA-uIfLYq-A/s1600/Zborreguinho.jpg

 

MÃOZINHAS DE BORREGO COM ERVILHAS

 

Ingredientes:

 

- 12 mãozinhas de borrego

-   2 cebolas

- 200gr. de banha

- sal q.b.

- colorau q.b.

- pimenta moída q.b.

- água q.b.

 

Como fazer:

 

- Refoga-se o borrego com os temperos todos e, quando esteja a meio da cozedura, junta-se lhe as ervilhas.

Quando as ervilhas estiverem cozidas, rectificam-se os temperos e está pronto.

 

E, bom apetite!!!

 

NOTA:

Esta é uma receita de Mariano Ferreira, o "Chefe Mariano" de Estremoz, editadas, em postais ilustrados, pela Câmara Municipal de Estremoz, nas suas "18 Receitas de Borrego".


publicado por felismundo às 17:17
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 8 de Julho de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

[migas+de+batata.jpg]

 


Migas de Batata


Ingredientes:
Para 4 pessoas

  • 1 kg de batatas ;
  • 250 g de toucinho entremeado ;
  • 300 g de chouriço de carne ;
  • 1 dente de alho ;
  • sal

Confecção:

Num tacho de barro fritam-se, em lume brando, o toucinho ás fatias e o chouriço ás rodelas de modo a derreter o máximo de gordura. Retiram-se e, na mesma gordura, frita-se um dente de alho. Adiciona-se um pouco de água.
Entretanto, têm-se já as batatas cozidas e passadas por um passador.
Junta-se o puré ao pingo que está no tacho e mexe-se com a colher de pau dando-lhe a forma de uma bola. Sacodem-se as migas, deitam-se na travessa e servem-se com o toucinho e o chouriço fritos.


publicado por felismundo às 08:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Junho de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

075.jpg image by CarlaGV

 

 

Boleima


Ingredientes:

  • 1 kg de massa de pão
  • 500 g de açúcar
  • 250 g de banha
  • 6 ovos
  • raspa da casca de 1 limão
  • 1 colher de chá de fermento
  • canela

Confecção:

Batem-se muito bem todos os ingredientes com a excepção da canela e de um pouco de açúcar que servirá para polvilhar a boleima.
Quando a massa se apresentar macia e com bolhas, deita-se num tabuleiro bem untado.
Polvilha-se com açúcar e canela e leva-se a cozer em forno moderadamente quente.


publicado por felismundo às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 10 de Junho de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

Hoje, que é feriado, dia de Portugal, apetece-me oferecer-lhes um doce.

Aqui vai:

 

http://www.docesregionais.com/wp-content/uploads/2008/03/image217.png

 


Tiborna Grande

VILA VIÇOSA


Ingredientes:

  • 750 g de açúcar ;
  • 250 g de amêndoas ;
  • 20 gemas de ovos ;
  • 500 g de pão de 1ª ;
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó ;
  • 200 g de doce de chila ;
  • cerejas cristalizadas ;
  • pérolas prateadas

Confecção:

Leva-se o açúcar ao lume com 6 dl de água e deixa-se ferver até fazer ponto de pasta no qual se preparam 11 gemas em fios de ovos. Reservam-se os fios de ovos.
Ao açúcar que restou da preparação dos fios dos ovos junta-se a amêndoa ralada muito finamente, o miolo de pão ralado e algumas côdeas do mesmo pão cortadas em quadradinhos. Deixa-se cozer um pouco, retira-se do calor e adicionam-se as 9 gemas que restam e a canela. Leva-se novamente ao lume (brando) para enxugar.
Para armar a tiborna: forra-se uma tigela com um papel vegetal, no fundo do qual se deita metade da porção do massapão dando-lhe a forma de tigela. Enche-se com o doce de chila e cobre-se com o massapão que resta. Deixa-se ficar assim até ao dia seguinte.
Prepara-se uma folha de papel de seda branco recortado. No centro deste papel coloca-se uma rodela de papel mais grosso, sobre o qual se desenforma a tiborna. Enfeita-se com os fios de ovos, cerejas cristalizadas e pérolas prateadas.
Atam-se as pontas do papel de seda com fios de lã de várias cores.

 

Obs: Todos sabemos que as Tibornas, são simplesmente fatias de pão acabado de cozer e mergulhadas, simplesmente, em azeite, de preferência no lagar, acabadinho de sair da prensa. No entanto a arte e o engenho do "nosso povo" e neste particular caso, dos Calipolenses, levou-os a fazerem esta delícia.


publicado por felismundo às 10:44
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 3 de Junho de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

http://tiarute.blogs.sapo.pt/arquivo/favas.bmp

 

Favas Guisadas


Ingredientes:
Para 4 a 6 pessoas

  • 3 kg de favas ;
  • 150 g de toucinho ;
  • 200 g de chouriço de carne ;
  • 1 molhinho de coentros ;
  • 2 folhas de alho ;
  • 200 g de pão ;
  • sal

Confecção:

Escolhem-se as favas bem tenras e lavam-se depois de descascadas.
Corta-se o toucinho ás tirinhas e o chouriço ás rodelas e fritam-se num tacho em lume brando. Retiram-se quando tiverem largado bastante gordura.
A esta gordura junta-se o molhinho de coentros ao qual se ataram as duas folhas de alho. Deixa-se fritar um pouco e juntam-se-lhe então as favas. Tapam-se e deixam-se cozer, agitando o tacho e juntando pinguinhos de água à medida que vai sendo necessário para impedir que as favas agarrem ao fundo do tacho e se queimem.
A meio da cozedura das favas, introduz-se novamente o toucinho e o chouriço e deixa-se apurar bem.
Coloca-se numa travessa ou num prato fundo (prato de meia cozinha) o pão cortado ás fatias sobre as quais se deitam as favas.
Acompanha-se com salada de alface cegada, isto é, cortada em caldo-verde e temperada com coentros e hortelã picados, azeite, vinagre, sal e um pouco de água.


publicado por felismundo às 17:35
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

 

 

Xarém

 

Ingredientes:
1 kg de amêijoas
100 g de bacon (ou, ainda mais tradicional, de toucinho de porco ibérico)
100 g de chouriço
150 g de presunto
1 dl de vinho bramco
150 g de farinha de milho
Sal e pimenta q.b.

 

CONFECÇÃO


Lave muito bem as amêijoas, de forma a retirar-lhes todas as impurezas que

possam conter. Em seguida, coloque-as de molho em água salgada

(de preferência em água do mar), durante 5 a 6 horas. Corte o bacon (ou toucinho)

e o presunto em tiras finas e o chouriço em rodelas e frite-os em lume brando.

Coza as amêijoas num tacho coberto de água, temperada de sal e pimenta,

durante cerca de 10 minutos, escorra a água da cozedura e leve-a a um

passador fino.

Tire o miolo das amêijoas, coloque-as num tacho, junte o caldo da cozedura,

adicione vinho e eleve ao lume, deixando ferver um pouco.

Retire do fogo e adicione a farinha, previamente peneirada.

Leve novamente ao lume e deixe cozer, mexendo de vez em quando.

Junte as carnes e sirva quente.


Frequentemente o xarém (termo árabe que designa "papas de milho")

é acompanhado por sardinhas assadas, torresmos e carne de porco.

 

Há também uma outra versão, mais condicente com a época que atravessamos, porque mais económica.

 


Papas de Milho com Sardinhas

Ingredientes:
Para 4 pessoas

  • 300 grs de farinha de milho ;
  • 500 grs de sardinhas ;
  • 50 grs de cebolas ;
  • 100 grs de tomates frescos ;
  • 1 dl de azeite ;
  • 1 quarto de ramo de salsa ;
  • vinagre q.b. ;
  • sal q.b.

Confecção:

Limpe as sardinhas de escamas e tripas, com o auxílio de uma faca pequena. Lave em água fria e ponha a enxugar.
Leve um tacho ao lume com cerca de 4 litros de água com sal.
Quando a água levantar fervura, ponha as sardinhas a cozer.
Depois delas cozidas, o que deve demorar cerca de 10 minutos, retire-as para um prato ou travessa.
À parte, noutro tacho, refogue no azeite a cebola bem picada, o tomate cortado em dados pequenos, limpo de peles e sementes, e parte da salsa. Mexa e deixe refogar sem deixar alourar.
Junte cerca de 3 litros do caldo onde cozeu as sardinhas, passado por um passador fino. Deixe ferver. Tempere com sal e pimenta.
Retire o tacho do lume e dissolva a farinha no caldo com o auxílio de dumas varas de cozinha ou colher de pau.
Leve o tacho novamente ao lume e deixe cozer durante cerca de meia hora, mexendo de vez em quando, para não deixar agarrar.
Adicione gotas de vinagre.
Sirva as papas bem quentes acompanhadas das sardinhas, temperadas com azeite e salsa picada.

Conselho: As sardinhas a utilizar deverão ser do tamanho médio. O tomate, de preferência, deve ser bem maduro. Tire o pé e escalde-o em água a ferver, para mais facilmente tirar a pele. Em seguida, corte o tomate ao meio e retire as pevides.


fonte:
Região de Turismo do Algarve

 

NOTA: Só me resta desejar-vos, bom apetite!!!


publicado por felismundo às 10:42
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Maio de 2010

ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

Sei, à partida, que não será um prato de consenso, mas que é um petisco de primeira, disso não tenho dúvidas!

Uma homenagem aos que gostam.

Para os que não gostam ou lhes faz impressão, comer coisas com sangue, a possibilidade de contactarem com esta realidade.

 

Lampreia

VILA VELHA DE RODÃO

(antigamente era vulgar neste zona do rio na época da desova)

Confecção:

Corta-se a lampreia em postas, depois de amanhada, para dentro de um tacho. Seguidamente picam-se duas cebolas, dois dentes de alho, adiciona-se um ramo de cheiros com coentros e salsa, um bocadinho de presunto cortado aos pedacinhos, noz moscada, pimenta, louro, bastante azeite e vinho tinto e vai tudo a cozer em lume brando, numa tacho tapado. Depois de guisada, deita-se um pouco de vinagre para o sangue da lampreia (previamente retirado) ao qual se adiciona um pouco de molho retirado do tacho, mexe-se e coloca-se no tacho sempre mexendo. Pode-se acompanhar com arroz branco ou pão torrado em fatias finas.


fonte: Câmara Municipal de Vila Velha de Rodão

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/71/Lampreia_(lamprey).jpg


publicado por felismundo às 13:32
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

. ÀS QUINTAS, GASTRONOMIA!

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds