Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

"CESTAS" DE POESIA

Voltei!!!
Veremos se a inspiração e o tempo, disponível, me vão permitir uma maior e mais eficaz assiduidade.

 

MAIS VALE PREVENIR

 

O ditador estava satisfeito.

O dia tinha-lhe corrido bem.

Mandara fuzilar dezoito opositores, espancar sete jornalistas,

prender quinze intelectuais e expulsar quatro diplomatas

estrangeiros.

Não há dúvida que tinha sido um dia realmente cheio.

Meteu-se no Rolls blindado e, recostado

no banco de trás, ia pensando...

No dia seguinte.

Na destruição da sede do Sindicato,

na prisão do es-Primeiro-Ministro, no interrogatório de alguns detidos,

na tortura dos mais renitentes...

...um sorriso matreiro invadiu o rosto do ditador.

Pelo telefone do automóvel, ordenou a destruição imediata da

sede do Sindicato, a prisão do ex-Primeiro-Ministro

e o acelerar das torturas.

Só depois disso se encostou, de novo, satisfeito.

 

O seu lema sempre fora:

<<... Não guardes para amanhã, o que podes fazer hoje!>>

 

in "O Gaço de Barcelos ao Poder" de João Viegas


publicado por felismundo às 17:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 9 de Julho de 2011

PORQUE HOJE, É SÁBADO!!!

Desculpa lá óh Vinícios, mas tinha mesmo que ser assim chamado!!!!

 

Ora bem, por muito afastado que tenha andado, esta é a minha casa  e por isso tenho que cá voltar, agora com uma regularidade irregular mas voltar, SEMPRE!!!

 

Volto, com mais uma história de João Viegas e do seu "O Galo de Barcelos ao Poder".

 

BANCO É

 

Entrei no Banco

Como de costume, as pessoas, no interior, acotovelavam-se

formando magotes.

Coloquei-me numa das longas bichas para as caixas.

Lentamente a bicha foi avançando.

Quando só faltavam dois clientes para serem atendidos,

o funcionário colocou no guichet o cartaz

"Encerrado para Almoço" e foi-se embora.

Fiquei furioso.

Comecei a gritar, ameaçando fazer queixa ao gerente.

Afirmei, para quem quis ouvir,

que <<dantes não era assim!!!>>
E que, <<Talvez não soubessem com quem estavam a lidar!>>

Fiz tamanho escarcéu que o caixa voltou atrás e abriu,

de novo, o guichet, especialmente para me atender.

 

Só, então, saquei do revóver e gritei, imperioso:
<<Mãos ao ar! Isto é um assalto!!!>>


publicado por felismundo às 13:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

POESIA, DE TODOS OS DIAS!

CONSTÂNCIA

 

Tinha quinze anos quando me apaixonei pela primeira vez.

Ela tinha também quinze anos.

Tinha vinte e doi anos quando me apaixonei pela segunda vez.

Ela tinha quinze anos.

Tinha quarenta e sete anos quando me apaixonei pela terceira vez.

Ela tinha quinze anos.

Tenho sessenta e três anos e apaixonei-me pela quarta vez.

Ela tem quinze anos.

Não sei porque é que agora começaram a chamar-me libidinoso!

 

João Viegas

in: "O galo de Barcelos ao Poder", Moraes Editora-1983


publicado por felismundo às 07:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. "CESTAS" DE POESIA

. PORQUE HOJE, É SÁBADO!!!

. POESIA, DE TODOS OS DIAS!

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...
Parecendo que não, duplicou o drama!!!
Oportuno, realmente.Ainda era o marido a trabalhar...
Olá.Um belo poema de António Ramos Rosa.A 1ª vez q...
Na verdade o abandono dos blogs também me tocam......

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds