Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

CESTAS DE POESIA

 

Já não é a primeira vez, mas volto a JORGE DE SENA!

 

 

 

 

Morra o bispo e morra o papa
 
Morra o bispo e morra o papa.
maila sua clerezia.
Ai rosas de leite e sangue.
que só a terra bebia!
Morram frades, morram freiras.
maila sua virgaria.
Ai rosas de sangue e leite.
que só a terra bebia!
Morra o rei e morra o conde.
maila toda fidalgula.
Ai rosas de leite e sangue.
que só a terra bebia!
Morram meirinho e carrasco.
maila má judicaria.
Ai rosas de sangue e leite.
que só a terra bebia!
Morra quem compra e quem vende,
maila toda a usuraria.
Ai rosas de leite e sangue.
que só a terra bebia!
Morram pais e morram filhos.
maila toda filharia.
Ai rosas de sangue e leite.
que só a terra bebia!
Morram marido e mulher.
maila casamentaria.
Ai rosas de leite e sangue,
que só a terra bebia!
Morra amigo, morra amante.
mailo amor que se perdia.
Ai rosas de sangue e leite,
que só a terra bebia!
Morra tudo, minha gente.
vivam povo e rebeldia.
Ai rosas de leite e sangue.
que só a terra bebia!



Jorge de Sena
in Visão Perpétua
5/1964

publicado por felismundo às 07:00
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De Emiéle a 26 de Dezembro de 2008 às 09:01
Porque não voltar a um poeta assim, que nos diz coisas destas de uma forma magnifica.

Não sei como não foi ainda musicada....


De felismundo a 26 de Dezembro de 2008 às 11:47
Emiélle, desculpa ter ido, na frente, ao nosso amigo "anónimo" mas, não podia deixar de ser.
Pois o Jorge de Sena, tal como a Maria Helena Vieira da Silva, teve que sair deste país, para ser reconhecido como Grande, que é, ao ponto de ter vozes discordantes, o que só atesta a sua grandeza.
Quanto ao poema várias coisas me pediram que o publicasse, primeiro a posição última do chefe máximo da Igreja Católica e depois a quadra que atravessamos com estes discursos, "elevados" do nosso 1º "sinistro", com os "códigos de trabalho" ou de "desemprego" como seria melhor, lhe chamar.
Por fim, publoquei-o porque gosto e mais, concordo!
Obrigado pela tua cumplicidade.


De Emiéle a 26 de Dezembro de 2008 às 13:25
Foi realmente um intelectual de uma grande craveira, como sabemos. Nesse período imigrava-se por discordar da doutrina oficial; hoje voltamos a imigrar por desemprego até para gente com formação e cursos superiores. os tempos estão maus...
O senhor que não gostou do poema, está decerto no seu direito, os motivos que invocou são os dele... Realmente não concordei, como viste. e interessante ver como as coisas mudam tão pouco tantos anos passados.


De Littleaxe a 9 de Agosto de 2012 às 00:27
Foi musicado pelos V12, grupo português de heavy metal, em 1990


De felismundo a 14 de Agosto de 2012 às 11:36
Littleaxe, só me posso congratular com a escolha!!!
Será que se poderá ouvir a vossa perfomance?


De anonimo a 26 de Dezembro de 2008 às 11:30
Andava a navegar pela NET e vim ter ao seu blog e não me evito de comentar este poeta e esta poesia que por amor de DEUS quem gosta de um poema onde o poeta quer que morra tudo menos ele....
por favor que poesia horrivel....cheira-me a comu


De felismundo a 26 de Dezembro de 2008 às 11:40
Anónimo, bom dia e Boas Festas!
Como é possível, tantos anos passados, depois do 25 de Abril e ainda ter medo de escrever a palavra "COMUNISMO"!
Não, não se trata do comunismo partidário, mas da doutrina política, imaginada e levada à cena, por Marx e Engels, mas eu entendo, há gostos para tudo, aliá como, no poema. Está no seu pleno direito de não gostar de não gostar e de o expressar da forma como o fez. Eu sou plural e aceito o seu gosto mas, por favor, neste tempo de liberdades plenas, pelo menos, na de opinião, não tenha medo de escrever: "COMUNISMO" ou "COMUNISTA"!


De anonimo a 26 de Dezembro de 2008 às 12:47
ca estou outra vez , não tenho medo de escrever comunismo, a palavra só ficou em metade para condizer com o partido porque felizmente está a desaparecer......
quanto á srª emiele ,desculpe minha senhora,mas está ver alguem a cantar este poema horrivel,pois parece-me que era recusado por todas as editoras,nem o Manuel Alegre o declamava......


De Emiéle a 26 de Dezembro de 2008 às 13:18
Por acaso, senhor anónimo, vejo muito bem este poema ser cantado, que até tem ritmo para isso.
Se o ler bem (creio que não o fez, leu-o debaixo da luz que preferiu acender) pode ver pode ver que é o exacto inverso do «Viva la Morte!», grito dos falangistas espanhóis - curiosamente acompanhado de "abaixo a inteligência" - porque aqui a lista que tanto o incomodou faz sentido com o refrão de
«Ai rosas de leite e sangue.
que só a terra bebia!»

Claro que gostos são gostos.
E, já agora, se calhar também é da minha baixa inteligência, não entendi a que propósito aparecem aqui os partidos políticos.


De felismundo a 26 de Dezembro de 2008 às 20:41
Meu caro.
Volto mais tarde, pois a minha vida, aesar de reformado, não é só esta e tenho imensas coisas com que me enterter. Não podia, no entanto deixar de lhe responder uma vez que volta à carga, com o seu "fantasma". Sei que deve ser um drama e que deve sonhar os dias e noites com as criancinhas e demais viventes, neste planeta, consumidos avida e prazentosamente por esses que diz estarem a acabar. Dou-lhe um conselho, de amigo, não se vanglorie pois há mais e mais perigosos dos que diz estarem no fim, ou quase. Sabe, são os que gostam e entendem os poemas de Jorge de Sena e de muitos outros, que apesar do anterior regime. tudo ter feito para os eliminar, a semnte foi germinando e agora com mais resistências aos infinitos venenos que lhe atiraram e continuam, pelo seu exemplo a atirar.
Permita-me só mais um acrescento: Não se pode musicar? Está deveras enganado ou então pouco entende quer de poesia, quer de música.


De inframodal a 27 de Dezembro de 2008 às 02:23
Anónimo, porque incapaz de se descobrir. Quem vive com fantasmas na cabeça...
Já agora, um VIVA à visão sempre percutante, ainda que aqui ou ali, chocante, do grande Jorge de Sena!


De felismundo a 27 de Dezembro de 2008 às 13:19
Inframodal, obrigado pela visita e pelo comentário, tão a propósito.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

sou de peroguarda, gostava do seu contacto se poss...
Sou de Peroguarda tenho alguns poemas como o da ab...
Boa tarde,Seria possível aceder a esse bloco de po...
O poeta António Joaquim lança foi meu bisavô.....t...
Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds