Quinta-feira, 21 de Setembro de 2006

Porquê?

Alguém me saberá dizer porque é que as fotos não entram?
É que o post anterior sem a foto, não funciona.

publicado por felismundo às 09:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 20 de Setembro de 2006

O CONTENTOR QUE TUDO MUDOU

Quando um navio chamado "CP Valour", encalhou na Praia do Norte, na Ilha do Faial, Açores, vinha muito carregado. O estado do mar, atirou pela borda fora alguns contentores, uns afundaram-se, outros deram à costa e dada a inoperância costumeira, o navio, ainda lá está, chegou a temer-se um grave acidente ecológico, pelo possível derramamento do combustível, assunto esse que parece ultrapassado.
Ora bem, um desses contentores era este que a foto, da autoria do Teatro Giz, uma companhia local, nos mostra.

naufragio.jpg

Dizia eu que este contentor, deu à costa, e quando as autoridades marítimas verificaram o seu conteúdo, concluiram que eram "coisas", de teatro. Chamou-se os teatreiros locais que logo ficaram espantadíssimos com o espólio encontrado, e com a paciência das gentes do teatro, eles secaram e recuperaram o que havia e não havia para recuperar. A quem pertencia a carga era agora a grande preocupação e então descobriu-se que a maioria dos achados tinha a ver com a "commedia del arte", e de repente um nome: Piccolo de Milano. Estabelecido o contacto, com tão famosa companhia, uma das maiores da Europa e do Mundo, as gentes do GIZ, tiveram a esperada resposta, a companhia tinha estado numa digressão de dois meses pelos Estados Unidos com a peça "Arlequim e os seus dois Amos", a mais conhecida de Goldoni, encenada por Stheler. Escusado dizer que daqui nasceu uma grande amizade, entre estas famílias de teatro.
O Zeca Medeiros, teve conhecimento do sucedido e propôs ao Teatro Giz e à RTP-Açores, contá-la. A ideia está em marcha e é adquirido que irão começar as filmagens, já em Outubro.
A estória é maravilhosa, esperemos para ver o que a arte e o engenho, das gentes açoreanas, dela farão.
Dá para dizer : " Não acredito em bruxas, mas que as há, há! "

publicado por felismundo às 17:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 19 de Setembro de 2006

Para o Troll

DSC03656.jpg

publicado por felismundo às 14:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Assinalar a mudança

Os amigos do Trool, http://troll-urbano.blogspot.com, mudaram de casa.
Para além dos parabéns que, atempadamente foram dados, justifica-se um sinal, por isso aqui vai

publicado por felismundo às 14:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Aniversário - A Prenda

DSC03664.jpg

publicado por felismundo às 14:37
link do post | comentar | favorito

Aniversário

O Pópulo, http://populo.weblog.com.pt, comemorou o seu primeiro aniversário.
Estive na festa, foi linda, mas esqueci-me da prenda. Sabem, vinha dos Açores e atrazou.
Como não a sei colocar de outra maneira, vai ficar a seguir.
Mais uma vez, os meus parabéns à Emiéle, autora e mentora do projecto.

publicado por felismundo às 14:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 17 de Setembro de 2006

DOMINGO!

Domingo, Setembro, o Outono está a chegar, apesar de cada vez com menos ferquência, tal como a Primavera. Coisas dos homens, sem juízo.
Neste escrito dominical, e dada a circunstância, de infelismente muito haver para dizer, não me apetece ir por aí, antes vou referir o excelente artigo de Eduardo Cintra Torres, na edição do Público de hoje, sob o titulo: "Incêndios, 5 a 15 de Agosto".
Refere-se E.C.T. à problemática em que se viu envolvido, quando decidiu, pôr a nu a censura que subliminarmente, o governo exerceu na RTP no caso dos incêndios, deste ano.
Demonstra E.C.T., com números, a razão da sua tese e eu, estou com ele.
Das violências várias, do papa, do que diz e outros ouvem, ou não diz e quer dizer, de tão evidentes, não me apetece dizer nada.
Um resto de bom Domingo, para TODOS!

publicado por felismundo às 13:33
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Setembro de 2006

De Volta

Passados uns dias que, propositadamente, foram tirados para férias, cá estou de volta a dar notícias e a contar e comentar o que por cá se passa.
Pois bem fui até á Galiza, mais própriamente à Corunha e a Santiago de Compostela, com passagens por Pontevedra e Vigo. O que vi, foi de tal modo grandioso que ainda não me sinto capaz de o descrever, e isto porque, ainda não o digeri na totalidade e porque estou fora do meu local, não tenho as muletas para me apoiar, que são as fotografias. A seu tempo virão.
Não queria deixar de vos falar do horários praticados nessas paragens. Há um momento no dia, em que nada se faz, é o momento da SESTA, depois é vê-los, numa azáfama enorme, tudo aberto até às nove e dez da noite, e a fruição do tempo, ou de como dá prazer, passar o tempo.
Nós, que tudo copiamos, bom seria instituir, este salutar hábito, pois todos teríamos a ganhar.
Como comentário, surge-me a detecção do carro do ministro Pinho, a duzentos e muitos quilómetros à hora na auto-estrada Lisboa - Porto, por causa de uma reunião com o autarca de Matosinhos. Que dizer duma situação destas, nada me ocorre, a não ser que o senhor ministro, e nunca o condutor do seu potente Jaguar, terá que ser EXEMPLARMENTE punido, segundo o Código das Estradas em vigor. Quanto às consequências políticas da questão, aí não há remédio, esses senhores do governo, têm sempre razão. Até um dia!

publicado por felismundo às 11:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006

Hoje, à Sesta

Cá longe, do calor do Algarve e do Alentejo, a sesta, continua parte essêncial do meu quotidiano, senão, vejamos.
Saí, cedo de casa, como é hábito, e rumei à Rua de S.ta Catarina, o melhor centro comercial, a céu aberto, do Mundo. Não, não estou a exagerar e quem conhece, sabe-o bem. Dizia eu, que tinha saído de casa, e no meu percurso, deperei-me com uma livraria que tinha em escaparate um livro com o título: ELOGIO DA SESTA, da autoria de Bruno Comby, numa edição, Livros do Brasil, colecção Vida e Cultura. Por toda a simbologia, comprei-o, e não resisto a transcrever, algo que me chamou a atenção e que, certamente, vos irá suscitar a curiosidade.
Diz assim: "... Que relação pode existir entre o sono e o amor? É muito simples. Os três principais instintos - o instinto do sono, o instinto sexual e o instinto alimentar - não estão totalmente independentes uns dos outros, mas ligados. Com efeito, é a mesma região do cérebro, o hipotálamo, que controla estas três funções. Por isso é que qualquer desequilíbrio num domínio tende a repercutir-se nos outros dois. Por exemplo, é bem conhecido que uma falta prolongada de sono pode vir a determinar, mais cedo ou mais tarde, impotência sexual, anorexia ou bolimia. Outro exemplo: o desregramento dos ritmos do sono diminui o nosso estado de saúde geral e só pode ser nocivo para a qualidade da nossa vida amorosa. Para comer melhor e viver melhor o amor comecemos, assim , por equilibrar o nosso sono e fazer a sesta! E inversamente: comamos melhor e, automaticamente, o nosso sono terá tendência a normalizar-se e a nossa vida amorosa será mais satisfatória."
Perante isto haverá alguém que tenha a coragem de renegar uma boa SESTA?

publicado por felismundo às 16:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 4 de Setembro de 2006

ZECA MEDEIROS no XX FESTIVAL de POESIA do CONDADO

Dando cumprimento ao programa, tivemos uma NOITE dos AÇORES, em Savaterra de Minho, no último dia de Agosto.
Zeca Medeiros, acompanhado de Gil Alves e Paulo Borges honraram os Açores com mais uma actuação de assinalável mérito. Para ajudar à festa e para além da presença da anfitriã Uxia, nome maior da canção galega, há a destacar a presença inesperada de Raúl Rezendes, outro açoreano, que emprestou todo o seu saber e dedicação à resolução dos problemas sonoros, que atormentavam os nossos músicos. Foi, nas palavras do ZECA, "a cereja em cima do bolo".
A esta hora, o Zeca Medeiros já se encontra em Ponta Delgada, onde trabalha afincadamente, alguns projectos para televisão.
Ficamos a aguardar um maior reconhecimento a quem tanto tem feito pela Cultura em Portugal.

publicado por felismundo às 12:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

sou de peroguarda, gostava do seu contacto se poss...
Sou de Peroguarda tenho alguns poemas como o da ab...
Boa tarde,Seria possível aceder a esse bloco de po...
O poeta António Joaquim lança foi meu bisavô.....t...
Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds