Quarta-feira, 25 de Abril de 2007

VINTE E CINCO DE ABRIL!

Há trinta e três anos, estava eu em Moçambique, quando eclodiu a nossa esperança.
Hoje estou nos Açores, aguardando, ainda, que se cumpra ABRIL!

images-4.jpg

publicado por felismundo às 00:52
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De felismundo a 26 de Abril de 2007 às 01:58
Trilby, não duvides, a luta é contínua e não pode esmorecer. É no dia a dia que se constrói o ideal, sem desmorecimentos nem euforias, para que as conquistas se consolidem e se não desmoronem como tem vindo a acontecer.


De felismundo a 26 de Abril de 2007 às 01:55
Meu caro, José Basílio, o 25 de Abril é de todos e não é de ninguém. As comemorações, são o que são e é exactamente o mesmo que ser dum partido ou de outro, pouco interessa, pois pode ter-se um cartão de militante de um partido e ser-se, visceralmente, de outro. O 25 de Abril, faz-se todos os dias com as nossas acções, renova-se, avança ou recua, consoante as nossas atitudes. Comemorações oficiais, a mim, nada me dizem, agora a vivência do dia a dia a defesa de coisas tão simples como a liberdade a igualdade e a fraternidade, não são palavras vãs, antes sinais de quem está a favor ou contra, os ideais de ABRIL. O movimento independentista FLA, não é resposta alguma à deriva comunista. Que deriva, que comunismo? Andamos para aqui a brincar com as palavras e nada mais. A FLA, nada mais era mais que o mesmo que hoje se vê por aí, com os partidos nacionalistas, aqui potenciados pelo esquecimento que o Estado Novo votou, aos Açores e aos Açorianos. Meu caro, é natural os mais velhos perguntarem o que diz perguntarem, pois são aqueles que, mais fácilmente identificarão. É natural e não ofensivo. Já agora e para terminar, VIVA O 25 DE ABRIL!


De Trilby a 25 de Abril de 2007 às 23:37
Ainda temos de lutar muito. VIVA o 25 DE ABRIL!


De ilha_man a 25 de Abril de 2007 às 20:59
Não sei se vive há muito tempo nos açores, mas já deve ter reparado que a celebração do 25 de Abril não tem tanto impacto aí como tem no continente.
A existência de clubes como o "Micaelense", "Ateneu Comercial" em São Miguel ou mesmo o "Amor da Pátria" no Faial, só para dar alguns exemplos, servem para mostrar que a sociedade açoreana, embora hoje nem tanto,sempre teve uma tendência para a diferenciação das classes entre as mais pobres e as preveligiadas.
Nâo sei se já reparou, mas quem tem de 40 anos para cima usa muitas vezes a expressão "és filho de quem", ou "quem é a tua família" para poder fazer essa diferenciação.
Até o aparecimento do movimento independentista FLA foi uma resposta à deriva comunista que assolou o país em 74.
Gostava de saber o que pensa da relação dos açores com o 25 de Abril em comparação com o que se passa no continente.

José Basílio


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

sou de peroguarda, gostava do seu contacto se poss...
Sou de Peroguarda tenho alguns poemas como o da ab...
Boa tarde,Seria possível aceder a esse bloco de po...
O poeta António Joaquim lança foi meu bisavô.....t...
Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds