Quarta-feira, 14 de Março de 2007

FINALMENTE, AS BOAS NOVAS!

IMG_1532.jpg
FOTO: Pamela Villoresi

Da indignação, passei à felicidade, não total, mas intensa, e isso é que me interessa.
Estes meios de comunicação nacionais, (do continente), tentam dar razão ao lider madeirense, ao esquecerem que os Arquipélagos dos Açores e da Madeira, também são PORTUGAL.

Depois do recado, em termos bem mais suaves, passemos ao que nos chegou.

Sob o título, " O fim do princípio ", escreve Miguel Machete, um dos activos do Teatro de Giz, um texto lindíssimo, sobre a ante-estreia do Tele-Filme "AIlha de Arlequim".
Segundo ele, o Teatro Faialense, estava cheio e Zeca Medeiros no final da apresentação disse: " Esta foi uma experiência magnífica realizada em pleno, contra a maré. Nos tempos que correm tal conjuntura é pouco provável. Fazem-se coisas por razões diversas, impera o esquema de conquista de audiências, da comercialização das coisas/sentires, que não deveriam ser para «comercializar», sublinham-se as modas, apregoa-se e incentiva-se o consumo e o desgaste rápido, esquece-se o amor pela arte, pela partilha e pela vida".
Se mais alguma coisa houvesse para escrever, sobre o que se passou, tal, não seria necessário, mas quem quiser saber a notícia completa terá que
[Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] aqui</a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<img alt="IMG_1532.jpg" src="http://estounasesta.blogs.sapo.pt/arquivo/IMG_1532.jpg" width="452" height="301" border="0" />
FOTO: Pamela Villoresi

Da indignação, passei à felicidade, não total, mas intensa, e isso é que me interessa.
Estes meios de comunicação nacionais, (do continente), tentam dar razão ao lider madeirense, ao esquecerem que os Arquipélagos dos Açores e da Madeira, também são PORTUGAL.

Depois do recado, em termos bem mais suaves, passemos ao que nos chegou.

Sob o título, " O fim do princípio ", escreve Miguel Machete, um dos activos do Teatro de Giz, um texto lindíssimo, sobre a ante-estreia do Tele-Filme "AIlha de Arlequim".
Segundo ele, o Teatro Faialense, estava cheio e Zeca Medeiros no final da apresentação disse: " Esta foi uma experiência magnífica realizada em pleno, contra a maré. Nos tempos que correm tal conjuntura é pouco provável. Fazem-se coisas por razões diversas, impera o esquema de conquista de audiências, da comercialização das coisas/sentires, que não deveriam ser para «comercializar», sublinham-se as modas, apregoa-se e incentiva-se o consumo e o desgaste rápido, esquece-se o amor pela arte, pela partilha e pela vida".
Se mais alguma coisa houvesse para escrever, sobre o que se passou, tal, não seria necessário, mas quem quiser saber a notícia completa terá que <a href="http://pontadailha.blogspot.com/2007/03/o-fim-do-princpio.html"clikar aqui</a>, e ver com os próprios olhos a alegria que é, levar um barco a bom porto.
Que nós, aqui no continente possamos partilhar a alegria que eles tiveram ao refazer o que o mar lhes deu.

publicado por felismundo às 15:29
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

Um amigo portalegrense contou-me uma outra históri...
sou de peroguarda, gostava do seu contacto se poss...
Sou de Peroguarda tenho alguns poemas como o da ab...
Boa tarde,Seria possível aceder a esse bloco de po...
O poeta António Joaquim lança foi meu bisavô.....t...
Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds