Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007

ESTÁDIO "ALGARVE"

estadioalgarve.jpg

Feito, de propósito, para acolher o Europeu de Futebol, este magífico, parque de jogos e os parques adjacentes, tem tido desde essa altura um aproveitamento mínimo.
Recebe os jogos de futebol, do Farense e do Louletano, às vezes do Portimonense, e pouco mais, em termos de público, então, tem-se revelado um autêntico desastre. No Verão passado ainda houve a tentativa de para lá levar uns quantos concertos musicais, mas a resposta do público também foi insuficiente.

É agora anunciado um SUPERSHOW, para cerca de 20.000 espectadores, para uma Super Especial do Rally de Portugal, onde se prometem momentos de grande emoção e espectáculo, a ver vamos.

Eu sei que a relva vai ser reposta, eu sei isso tudo, mas, e o que se gasta, haverá público para pagar tudo isso? ou será uma vez mais o erário público a suportar, essas despesas?

De qualquer forma, dar vida ao "monstro" é melhor que acabar com o "monstro".

À vossa consideração.

publicado por felismundo às 15:52
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De jos palmeiro a 28 de Fevereiro de 2007 às 23:35
Na verdade há vários problemas que urgem ser resolvidos. O caso do Algarve é paradigmático. Há várias equipas que disputam uma rivalidade, longe de ser saudável, refiro-me a realidades como o Farense, o Olhanense, o Portimonense e o Louletano. Depois, o estádio, reparte a sua propriedade e localização por dois concelhos, Loulé e Faro, bem como a responsabilidade da sua manutenção. Depois, as equipas, militam em divisões diversas, o que acirra as divergências, e as rivalidades e como são divisões secundárias, não atraem público, com a consequente falta de receitas e depois, casa onde não há pão...
Agora, para o automobilismo, destrói-se um relvado, e depois..., quanto custa, quem paga, quem avalia, quem, quem, quem?


De Emiele a 28 de Fevereiro de 2007 às 23:00
Na altura pareceu-me logo um exagero tanto estádio novo. É claro que como havia vários jogos à mesma hora teria de haver vários estádios mas, apesar de eu perceber pouquinho de futebol, não tenho ideia de terem sido utilizados todos à mesma hora... O que quer dizer que muitos destes foram mesmo a mais.
No caso do sul, como há realmente menos estádios, talvez restaurarem convenientemente um não fosse mau mas seria preciso ir tão longe...? E depois dizes realmente o mais importante, o que era de louvar seria dar-lhes uso. Com certeza que há gente que gosta de praticar desporto, então porque não usarem umas boas intalações? Ou no caso que aqui se fala, serem usadas em programas culturais, musicais, eu sei lá !?


De jos palmeiro a 28 de Fevereiro de 2007 às 14:58
Eu também gosto de futebol, e é essa a razão do meu desconforto. Fazem-se estas obras faraónicas, sem qualquer planeamento e estudo, depois apodrecem e são mais uns milhões que vão por água abaixo, para além dos que já foram, pois obras destas, enchem o bolso a muita gente!


De Trilby a 27 de Fevereiro de 2007 às 23:49
Só tenho pena que a nossa megalomania só nos dê para o disparate. No caso para os estádios de futebol, e eu até sou insuspeita porque gosto de futebol. Mas acho realmente um desperdício em terra com tantas carências.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

sou de peroguarda, gostava do seu contacto se poss...
Sou de Peroguarda tenho alguns poemas como o da ab...
Boa tarde,Seria possível aceder a esse bloco de po...
O poeta António Joaquim lança foi meu bisavô.....t...
Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds