Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007

UM ADEUS, COM VINTE ANOS!

zecagr.jpg

Por mais que os anos passem, continuas connosco, dando-nos força e alento para suportarmos a reviravolta e encararmos com esperança o amanhã, que será melhor, por certo.

ZECA, aqui deixo, neste dia de saudade um dos poemas que não chegaste a musicar, mas que deve ser divulgado e usado, como toda a tua obra, para nosso contentamento.

« TU MORRES TODOS OS DIAS»

Tu morres todos os dias
libertando telefonemas
diante da minha mágoa
exposta à ira dos dias
levo-te cravos vermelhos
flores recentes de estação
Morres e vais caminhando
sobre uma estrada de fumo
o lume que nos sustenta
Já não cheira não tem vida
Às vezes vens-me à lembrança
descalça ao longo da praia
Vivo terrores de madraço
Com dívidas acumuladas
Seguindo de perto o tráfego
Saberei um dia amar-te
Tu morres tu pontificas
eu respiro a tua sombra
Ai repouso do guerreiro
Sobre o abismo repousas

José Afonso

publicado por felismundo às 00:01
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Trilby a 23 de Fevereiro de 2007 às 15:37
Obrigada por divulgares textos desconhecidos do Zeca. Importas-te que divulgue lá no meu estaminé?


De jos palmeiro a 23 de Fevereiro de 2007 às 13:30
É esta a verdadeira dimensão do ZECA, fazer amigos.
É este também o dever dos que conheceram e privaram com o ZECA, ele é de todos, logo, divulgá-lo é o mínimo que podemos fazer.
Resta-me agradecer a visita e desejar que continuemos na senda da defesa dos valores que nos move.
Já agora convido-vos a ler uma carta que o Zeca escreveu ao filho, quando estava em Caxias, na prisão.
Poderão lê-la em : http://br.geocities.com/portocovo05/alenversos.html


De mri a 23 de Fevereiro de 2007 às 12:39
Não conhecia. Obrigada, Zé Palmeiro


De Joaninha a 23 de Fevereiro de 2007 às 09:53
Uma bonita homenagem, Zé Palmeiro. Que bom ainda haver poesias desconhecidas para saborearmos. Aquele homem era um espanto de riqueza intelectual e cultural. Que falta faz!


De emile a 23 de Fevereiro de 2007 às 08:32
Boa! Bela ideia meu amigo!
É excelente lembrar as facetas variadas deste grande homem, que se sentia pouco à vontade «na berlinda», não apreciava protagonismos, recusou as honras na altura em que finalmente chegaram, e foi tão importante para todos nós quer pela sua música quer pelas suas palavras.
E que bom teres acesso a poemas ainda não conhecidos!


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

sou de peroguarda, gostava do seu contacto se poss...
Sou de Peroguarda tenho alguns poemas como o da ab...
Boa tarde,Seria possível aceder a esse bloco de po...
O poeta António Joaquim lança foi meu bisavô.....t...
Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds