Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007

O AMOR, ERA.

julio machado vaz.jpg

Pois foi, amigos, a Rádio Difusão Portuguesa, mostrou mais uma vez a sua "imparcialidade", perante a campanha do referendo.
Ontem, Júlio Machado Vaz e Ana Mesquita, puseram a nú, no AMOR,É, as suas posições sobre o referendo, defendendo inequivocamente o sim e como resultado, foi-lhes retirada a possibilidade de, até ao próximo dia 11 de Fevereiro, ocuparem as ondas hertezianas, para que não aproveitem o seu programa e, na rádio pública (?) defenderem o SIM no referendo, o que, na opinião da administração, colide com a pluralidade de opiniões á que a antena está vinculada. A ser verdade, não vamos mais ouvir falar os do não!!!

publicado por felismundo às 09:32
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Beleza e Artesanato a 13 de Fevereiro de 2007 às 21:44
Visitem o meu blog em http://belezartesanato.blogs.sapo.pt ;)


De emile a 13 de Fevereiro de 2007 às 21:13
Calculei que estivesses ocupado porque qando tens um pouquinho vais sempre «assinar o ponto» lá ao Pópulo, mas não sonhei que fosse por um motivo desses!!!! Eu tenho sorte, nunca tive pancadas grandes (ainda as maiorzitas foram pancadas por detrás de pessoas muito chegadinhas a mim que não conseguiram travar... azar deles!) Tive uma vez um susto grande mas era o meu marido que conduzia - em Moçambique, transito ao contrário, confusão numa estrada e carro de rodas para o ar! mas ainda deu para seguir viagem no mesmo carro...


De jos palmeiro a 13 de Fevereiro de 2007 às 19:00
Querida amiga, nunca vens tarde.
Eu sei que o empenhamento na campanha foi de tal forma que não sobrava tempo para mais nada.
Tive eu muita sorte, em estar aqui hoje, a ler o teu comentário e a responder-te, pois hoje, pelas nove horas da manhã, sofri um acidente de viação, perto de Évora. Por sorte, foram só latas. Foi um despiste, motivado pelo estado do tempo, óleo na estrada e a conjugação de todas essas circunstâncias. A minha mulher ainda esteve até às 14h30, no hospital de Évora, dado queixar-se de dores de cabeça. Depois de radiografada, concluiu-se que estava só magoada e rumamos a Loulé, de táxi, onde chegamos à pouco.
Em quarenta e dois ans de carta, o primeiro acidente, são coisas que acontecem, quando menos se espera.


De jos palmeiro a 13 de Fevereiro de 2007 às 19:00
Querida amiga, nunca vens tarde.
Eu sei que o empenhamento na campanha foi de tal forma que não sobrava tempo para mais nada.
Tive eu muita sorte, em estar aqui hoje, a ler o teu comentário e a responder-te, pois hoje, pelas nove horas da manhã, sofri um acidente de viação, perto de Évora. Por sorte, foram só latas. Foi um despiste, motivado pelo estado do tempo, óleo na estrada e a conjugação de todas essas circunstâncias. A minha mulher ainda esteve até às 14h30, no hospital de Évora, dado queixar-se de dores de cabeça. Depois de radiografada, concluiu-se que estava só magoada e rumamos a Loulé, de táxi, onde chegamos à pouco.
Em quarenta e dois ans de carta, o primeiro acidente, são coisas que acontecem, quando menos se espera.


De Emiele a 13 de Fevereiro de 2007 às 11:00
Olha amigo, só hoje, já fóra do prazo me deu para aqui vir comentar... mas é que a desonestidade da nossa comunicação social foi tão grande - e o chocante foi a que tinha a obrigação de ser isenta, RTP e RDP - que quase nem há palavras! Só que a ironia é que agora podemos pensar, que o resultado que se obteve foi com estes obstácuos todos. Imagine-se o que não seria se o vento fosse ao contrário...? Se estes senhores por absurdo, se tivessem mostrado parciais mas a favor da lei proposta, o resultado teria duplicado?
:))


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AOS DOMINGOS POESIA

. ...

. POESIA POPULAR ALENTEJANA

. LEMBRANDO A INFÂNCIA

. BENFICA 2 - PORTO 2

. ...

. A poesia de Fernando Pess...

. TENTEMOS UM RECOMEÇO, PEL...

. É BOM OUVIRMOS OS "MAIS V...

. MUDANÇAS

.arquivos

. Outubro 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.últ. comentários

sou de peroguarda, gostava do seu contacto se poss...
Sou de Peroguarda tenho alguns poemas como o da ab...
Boa tarde,Seria possível aceder a esse bloco de po...
O poeta António Joaquim lança foi meu bisavô.....t...
Meu caro Armando Facadinhas, só hoje dei pelo teu ...
Meu caro Armando, é com todo o gosto que te vejo p...
boa tarde é armando facadinhas câmara municipal d...
Salvé o retorno à blogosfera. As nossas ausências ...
Tens toda a razão, o esquecimento é uma coisa cont...
Boa recordação.É uma pena estes nomes irem caindo ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds